O que a derrubada da Dilma tem em comum com os atentados em Londres?

Em 2014 escrevi o artigo Qual seria o real motivo da maçonaria estar manifestando contra o governo Dilma? Naquela época eu questionava o porquê da maçonaria, uma sociedade secreta, de pouco barulho, onde seus membros/irmãos se reúnem na calada da noite, ter deixado de lado os seus rituais, para irem se manifestar, fazer barulho em plena luz do dia.

Como agora sabemos, a maçonaria não estava manifestando para pedir o fim da corrupção. Tampouco estavam os patinhos da FIESP. Eles estavam ali para cumprir um programa, cumprir uma agenda. Mas que agenda seria essa?

Os maçons, principalmentes os que foram para as ruas se manifestarem, estavam cumprindo uma agenda internacional. O que faz todo o sentido, já que a maçonaria é uma sociedade estrangeira atuando dentro do Brasil. Espionando e interferindo nas nossas relações sociais e políticas e na nossa economia.

Vai ser muito difícil ver novamente os maçons saindo às ruas em plena luz do dia pedindo o fim da corrupção. Porque na realidade, agora ficou muito claro, a corrupção sempre foi praticada por seus irmãos, não de sangue mas de pacto.

E o que isso tem a ver com os atentados de Londres?

Estou quase lá. Desde que o maçônico Aécio Neves perdeu as eleições presidenciais para a presidenta Dilma Rousseff, eles intensificaram seus planos de “Ordo ab Chao”, que consiste em criar o caos na população, para depois oferecer uma solução, colocar o caos em ordem. Solução esta de interesse apenas deles, especialmente dos maçons estrangeiros.

Pois bem, estes conflitos internacionais que presenciamos nos últimos anos, especialmente os que envolvem países como os EUA e a União Europeia, são situações de caos criadas por estes países, para depois estaberecem uma nova ordem. Como o irmão pactante desta seita ultra secreta perdeu as eleições, então criou-se o caos no Brasil e depois foi colocado outro irmão pactante, Michel Temer. E ai tudo ficaria em ordem para eles.

Já escrevi sobre outros atentados antes (veja aqui). Mas desta vez quero demonstrar algumas coisas que o leitor desatento (que prefiro dizer: o leitor que não despertou ainda) pode achar um absurdo ou de que se trate de uma conspiração.

A maçonaria, assim como outras seitas secretas, se comunicam na nossa sociedade através de simbolismos ou códigos e usam também a numerologia. Todo maçon tem um número e este número representa um (de)grau. Numa escala que vai de 1 à 33.

Em grandes eventos internacionais, os controladores do nosso mundo precisam passar a mensagem de que um evento de caos está sendo criado, para que eles possam propor uma nova ordem.

Para fazer a decodificação das fotos abaixo, foi utilizado uma calculadora de numerologia, que pode ser baixada aqui.

 

Anúncios

Novo velho boato envolvendo Dilma Rousseff

Para quem me conhece sabe que faz pouco tempo que comecei a me interessar por política. Bem no início eu disse ser contrário à ideia, à dicotomia “esquerda x direita”, que aos dias de hoje poderíamos dizer, limitando ainda mais este conceito, “petista x coxinha”. No fundo eu acreditava que deveríamos abordar os assuntos da política sob o prisma “moral x imoral” ou “ético x não ético”. Mas ainda assim há uma infinidade de fatores que dificultam uma análise mais abrangente e profunda do tema.

Com a facilidade da comunicação através das redes sociais, foi possibilitado um amplo debate nas redes sociais, mas também permitiu o acirramento destes debates, onde as ideias foram postas de lado dando lugar para xingamentos, ataques à honra e até ameaças de morte. E com isso as dicotomias foram se acentuando cada vez mais. Temos hoje os defensores da democracia e os que querem aplicar o golpe, temos os que leem livros de história e os que mal leem as manchetes dos jornais. Temos também os que procuram investigar os fatos e os que caem nos contos dos boatos.

E vai ser sobre boato o artigo de hoje. Uma amiga me enviou um link de um texto, que vou colocar mais abaixo uma parte, onde ela pede a minha opinião, questionando se é verdade o que está  escrito.

O texto começa assim:

Logo de início me chamou atenção o fato do texto ter sido postado no dia 1º de Abril, o que de cara poderia ser considerado como uma piada de mal gosto no dia da mentira. Mas não, acabei encontrando o mesmo texto no blog do Cleuber Carlos e que pode ser lido aqui.

Vários têm sido os boatos criados sobre a presidenta Dilma Rousseff. O problema é quando a imprensa golpista é a difusora destes boatos, como foi o caso da Folha, que no dia 05/04/2009, divulga o boato da tal “ficha criminal de Dilma” e que depois a própria Folha veio desmentir. Na verdade estavam iniciando os ataques visando a candidatura de Dilma ao cargo de chefe da nação, como fazem agora, atacando Lula, visando as eleições de 2018.

Note que os mentirosos, assim como os verdadeiros terroristas, costumam planejar antes e um dia antes do DIA DA MENTIRA de 2009 a Folha faz uma entrevista, mas não a publica no dia 1º de Abril, deixando para publicar no dia 05 e só 20 dias depois é que foi capaz de reconhecer o seu erro.

A turma do copia e cola, na maioria das vezes não lê aquilo que está copiando, o que já é um erro e quando vai colar, acaba cometendo outro erro, não cola a fonte do texto.

Em nome do meu Deus, da minha família e do meu cachorro…

A votação na câmera dos deputados sobre a primeira fase do processo do golpe ficou marcada pela quantidade de vezes que os deputados usaram o nome de Deus e de suas famílias para dizer sim ao golpe. O fato mais cômico de todos se deveu a uma deputada da minha cidade, Raquel Muniz, que depois de citar o marido, Rui Muniz, como exemplo para o Brasil, o mesmo foi preso no dia seguinte.

Percebam que o processo de se repetir o nome de Deus, também ocorre entre aqueles que apoiam os candidatos golpistas. Basta dar uma ligeira olhada nos comentários do post da Flávia Terra para perceberem isso. E se clicarem no perfil de cada um, pode ser que fique mais evidente ainda.

Agora não me lembro onde, mas certa vez li em algum lugar uma frase que dizia mais ou menos assim:

Dilma Rousseff sanciona a fosfoetanolamina

Uma grande vitória para a medicina nacional, para o Dr. Gilberto Chierice e toda a sua equipe e principalmente para todos os pacientes oncológicos e seus familiares.

Tenho absoluta certeza de que os espíritos da minha avó Corina e da minha tia Nilza, que infelizmente não tiveram a oportunidade de conhecer este medicamento, devem estar agora regozijando por mais esta etapa vencida e que beneficiará muitas pessoas.

Parabéns Brasil! Parabéns aos nossos pesquisadores! E parabéns a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, lutaram para que este sonho, esta última esperança se tornasse realidade.

A fosfoetanolamina dentro do labirinto político brasileiro

Ontem (30/03) os que acompanham as notícias relacionadas à fosfoetanolamina sintética ficaram chocados com a notícia de que o professor Gilberto Chierice foi acusado por curandeirismo pela USP.

Dentre as várias mensagens de consternação que pude ler na blogosfera, de pacientes oncológicos e seus familiares, que lutam pela liberação da fosfoetanolamina, algumas me chamaram a atenção. Eis aqui duas mensagens:

Meus Deus, eles só pensam no lucro da indústria farmacêutica

Um homem que só procurou salvar a vida de milhões de brasileiros, agora é acusado por curandeirismo

Mas o que me chamou mais a atenção não foram as mensagens em si, mas sim o viés político de quem manifestou muitas destas mensagens. O que demonstra muita ignorância de uma parte e uma completa lavagem cerebral de outra.

Tentarei realizar a árdua tarefa de explicar algumas armadilhas políticas para ver se alguns possam compreender e encontrar uma saída para este labirinto em que a fosfoetanolamina se encontra. Aos ignorantes restam-lhes ainda esperanças. Aos que sofreram uma lobotomia pela mídia, infelizmente para estes nada mais há o que se fazer.

Indústria Farmacêutica

Muitos sabem e outros já começam a desconfiar que a indústria farmacêutica é a grande interessada pelo fracasso da fosfoetanolamina. O que pouca gente sabe é que esta indústria financia a maioria dos nossos políticos. E ai daqueles políticos que não obedecem as regras ditadas por ela. Pois aos que desobedecem se inicia uma verdadeira “caça às bruxas”.

A Mídia

Muitos sabem e outros já começam a desconfiar que a mídia (estou falando das grandes mídias corporativas deste país e do mundo) é na verdade a porta-voz da indústria farmacêutica, uma espécie de vitrine sem etiqueta de preço. É ela que leva para os nossos lares os caros e ineficazes “remédios” que a indústria farmacêutica fabrica. Mas ela é também responsável por bloquear, difamar, chantagear tudo aquilo que for contra os interesses da indústria.

Os Políticos

Estes são os que recebem as suntuosas quantias de dinheiro para aprovar este ou aquele projeto. Eles também são condecorados pela mídia, recebem destaques nos jornais, ganham prêmios, dão entrevistas pagas e passam a ganhar muito dinheiro dando palestras e conferências. Os que não cumprirem a cartilha da indústria podem ser impedidos de exercer o seu papel na política, verbas são cortadas e a sua reputação, a sua dignidade e honra são enxovalhados pela mídia. Caem no esquecimento.

Os Médicos

Estes estão na mesma categoria dos políticos. Se cumprem a cartilha da indústria, recebem prêmios e mais prêmios. Participam de congressos com tudo pago, congressos estes que mais parecem férias “all inclusive” numa praia do Caribe. Agora se não cumprem a cartilha, esquece, mal conseguem manter um consultório de pé. E ser chamado de charlatão e ter que dar explicação à polícia é o mínimo que pode acontecer com o médico que ousa desafiar o sistema.

O Povo

Este é o que paga a conta de todos os que estão acima. Este é o verdadeiro prejudicado. O que sofre, o que têm os bolsos esvaziados, o que morre por acreditar e dar um voto de confiança nos de cima.

Sendo assim, preciso se torna informar ao povo para onde vai o seu dinheiro. “Follow the money” é uma expressão em inglês que significa: Siga o dinheiro. Porque ele deixa rastros.

Quem mais se beneficia?

O que pouca gente sabe é que das 10 maiores indústrias farmacêuticas do mundo, 5 são americanas. As outras 5 estão espalhadas no continente europeu. Então mais do que qualquer outro país, são os EUA os que têm um forte interesse para que a fosfoetanolamina não seja aprovada no Brasil.

Como eles atuam?

Basicamente eles atuam através de duas frentes: da mídia e de certos políticos. A mídia e os políticos atuam de forma previamente coordenada. Vejamos o exemplo mais recente.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vai visitar a região onde a fosfoetanolamina era fabricada. Neste mesmo dia, paralelamente à visita de Alckmin, a polícia civil da região solicita ou leva o dr. Gilberto para prestar depoimento. De acordo com o G1: “O pesquisador foi chamado para prestar depoimento na delegacia na tarde desta quarta-feira (30)

E era o que bastava para a Globo criar uma reportagem completamente tendenciosa, como sempre fez, faz e continuará fazendo, com o seguinte título

E ao mesmo tempo colocam o governador Alckmin como o bom mocinho, aquele que está lutando desesperadamente pela liberação da fosfoetanolamina.


Semelhanças com o cenário político

Quem não se deixa levar pela dicotomia coxinha versus petista, terá mais chances de perceber as semelhanças.

Na frase que escolhi acima, onde diz “um homem que só procurou salvar a vida de milhões de brasileiros”, pode ser atribuída a um ex presidente que procurou tirar milhões de brasileiros da miséria, evitando que eles morressem de fome. E do que foi acusado este ex presidente? Quantas vezes a polícia não esteve em sua casa e na de seus filhos? Quantas vezes a Globo, Estadão, Folha e Veja não colocaram as suas matérias tendenciosas para atacar a honra não só do ex presidente mas também da atual presidente da República?

Para os donos do Capital, investir em pobres é crime e quem comete tal “erro” deve pagar muito caro por isso

Agora identifique os pontos chave, junte e ligue-os uns aos outros e verá o mesmo cenário se repetir uma e outra vez.

Pergunto:

Os médicos de bata branca e o CRM protestaram contra os médicos cubanos? Pois saibam que agora eles protestam contra a fosfoetanolamina.

O Globo, Estadão, Folha e Veja se uniram para difamar Lula e Dilma? Pois saibam que agora eles estão unidos também para falarem mal do dr. Gilberto Chierice e toda a equipe dele.

Alguém por acaso ignora a condução coercitiva sofrida pelo nosso ex presidente? Resta agora apurar porque o dr. Gilberto teve que ir depor no mesmo dia que Alckmin estava na região. Será que ele também foi levado coercitivamente?

De uma coisa eu estou certo, se a Globo e certos políticos conseguirem, através do Capital Financeiro Internacional, derrubar a presidenta Dilma, eles vão também conseguir silenciar o dr. Gilberto e toda a sua equipe.

O futuro da fosfoetanolamina não depende só da sanção da presidente Dilma, vai depender também dela conseguir se manter no poder e do Lula ser reeleito em 2018. Ambos, Dilma e Lula, sofreram na própria pele o que é ter esta enfermidade.

Até 2018 muita coisa ainda vai rolar. E a Globo já deu umas pistas de como vai ser o ataque. Que a equipe da fosfoetanolamina esteja preparada. Vem chumbo grosso por ai.

Bibliografia:

http://nfde.xyz/7e2e

http://nao.usem.xyz/7i51

Médico oncologista que vai estudar o composto fosfoetanolamina é contra o investimento destinado para a pesquisa

Médico oncologista que vai estudar o composto fosfoetanolamina é contra o investimento destinado para a pesquisa

Recentemente o oncologista Carlos Gil Moreira Ferreira deu uma entrevista para a revista Época, que é da Globo. Iremos analisar esta entrevista e dar o nosso parecer sobre o que pensamos de tudo isso.

Veja o que temos logo no cabeçalho da matéria:

Por que será que um cientista, que coordena uma entidade que vai estudar um composto que possivelmente cura o câncer, diz que não investiria nem R$ 100 mil nesta pesquisa?

O que há por detrás de tudo isso? Ele como médico oncologista deveria ser o primeiro a estar animado com tal pesquisa, afinal de contas quantos e quantos de seus pacientes não acabaram morrendo em suas mãos, por causa desta doença terrível?

Diz ainda este oncologista que “o investimento de R$ 10 milhões do governo é resultado de pressão política, e não científica”.

Como pode um oncologista dizer uma coisa desta? Por acaso não sabe ele que os investimentos em pesquisas são muito caros? Normalmente na ordem de R$ 100 milhões? Então como é que ele quer que esta pesquisa saia adiante, se pelo seu gosto não seria investidos nem R$ 100 mil?

Outra pergunta: onde será que anda a sua imparcialidade?

Temos também um ponto importante: se o governo federal de Dilma Rousseff decidiu investir nas pesquisas, então quer dizer que é pressão política? Como sabemos, até hoje não houve interesse de nenhuma indústria farmacêutica (Big Pharma) em continuar com os testes clínicos. Ainda bem que este governo decidiu fazer isso, ainda que tardiamente.

Nesta reportagem da Globo temos o seguinte: “Não há qualquer comprovação científica, já que as pesquisas nunca passaram de alguns poucos estudos de fase muito iniciais.”

O que é uma inverdade. As fases pré-clínicas foram realizadas e os testes foram satisfatórios tanto em células quanto em animais.

Acho que a fosfoetanolamina não passará da fase pré-clínica”, diz o oncologista.

Já eu ACHO que o ACHISMO dele não vale de muita coisa. Um cientista não tem que achar nada, não tem que ter ideias já pré-formuladas sobre um assunto que ele desconhece.

Coordenei um programa do Ministério da saúde que se chama Rede FAC (Desenvolvimento e Inovação de Fármacos Anti Câncer). Era uma portaria ministerial de 2011 e o objetivo era identificar na academia brasileira potenciais moléculas que pudessem virar, um dia, um produto anticâncer. Investigamos vários desses produtos no Brasil e um deles foi a fosfoetanolamina.”

E onde estõo os resultados destas investigações? O que os resultados dizem sobre o composto fostoetanolamina? Porque a reportagem da Globo não solicitou tais documentos a fim de comprovar a veracidade do que está sendo dito?

Meu sonho como pesquisador é ajudar a desenvolver um medicamento anticâncer no Brasil, mas acho pouco provável que a gente consiga isso a partir da fosfoetanolamina.”

Mas por que o senhor acha pouco provável? O que o senhor teria a oferecer contra a fosfoetanolamina se ela nunca foi testada na fase clínica ainda? Achar pouco provável é o mesmo que achar muito provável, o senhor não acha isso também?

Penso que nunca devemos esquecer de um grande conselho do finado Brizola

Bibliografia
http://nfde.tk/828s

http://www.mcti.gov.br/noticia/-/asset_publisher/epbV0pr6eIS0/content/mcti-anuncia-plano-de-trabalho-para-as-pesquisas-sobre-a-fosfoetanolamina

http://www.boasaude.com.br/artigos-de-saude/3773/-1/ensaios-clinicos-o-processo-de-aprovacao-e-regulamentacao-dos-medicamentos.html

Qual seria o real motivo da maçonaria estar manifestando contra o governo Dilma?

A maçonaria para mim, até alguns anos, sempre foi uma instituição misteriosa, cheia de segredos, bem discreta e bastante silenciosa. E recentemente um amigo divulgou no Facebook um vídeo dos maçons de Caratinga protestando no centro da cidade, em plena luz do dia, contra o atual governo.

Instantaneamente ocorreu um curto-circuito em meu cérebro e que me fez lembrar dos protestos dos médicos brasileiros contra a vinda dos médicos cubanos. Nunca poderia imaginar que viveria para poder ver maçons se manifestando. Mas contra o quê era esta manifestação maçônica?

De acordo com Marcos Barbosa, Venerável Mestre da Loja Obreiros de Caratinga, “os maçons todos estão indignados com a atual situação de nosso país”, dizendo que eles, os maçons, “estão indignados com a situação de corrupção, que não é de hoje, não é do atual governo não, isso é coisa antiga, vem de longe, de longa data.

Mas se a corrupção é coisa antiga, que vem de longa data, então porque os maçons só manifestaram agora e não antes? Se antes havia corrupção, porque então não se manifestavam antes, como estão fazendo agora? Está claro que o propósito desta manifestação é ir contra o governo Dilma, como afirma a repórter no início da reportagem e também Eugênio Maria Gomes, Conselheiro do GOB MG e que teve seu nome grafado erroneamente como “Eug~enio Maria Rosa”, pela equipe de reportagem.

De acordo com Eugênio, o objetivo da manifestação era para “alertar sobre o perigo de uma ditadura comunista”. Ainda de acordo com ele “a presidente Dilma Rousseff entende que ditadura é só de direita e que na verdade existe ditadura de esquerda e é contra essa possibilidade de ditadura de esquerda que nós estamos nos manifestando hoje”.

Penso que qualquer ditadura seja prejudicial para qualquer país, mas parece que o senhor Eugênio não pensa da mesma forma, pois para ele se existe uma ditadura da direita ela pode ser tolerada e o que se deve combater é uma possível ditadura de esquerda. Ele cita ainda os problemas de saúde e educação que o Brasil enfrenta, comparando os gastos da Copa com a reforma e construção de estádios.

Mas esquece, ou está desinformado, o Conselheiro de Minas Gerais do Grande Oriente do Brasil, que os gastos com a Copa desde 2010 foram de 8 bilhões de reais, com a reforma e a construção de novos estádios, enquanto que no mesmo período os investimentos em Saúde e Educação foram na ordem dos 850 bilhões de reais. Ou seja, o que ele diz no vídeo não faz sentido algum quando comparado com os fatos.

Na minha opinião, o dinheiro está circulando mais no Brasil. E para isso acontecer, o dinheiro não pode ficar parado nas mãos e nas contas bancárias de alguns poucos. Se cada vez mais vejo pobres viajando de avião, comprando TVs de largas polegadas, sendo bem tratados por médicos estrangeiros e sentando nos bancos das universidades, então é porque eles estão tendo acesso ao dinheiro que antes era restrito e também vejo que os seus direitos básicos, agora, estão sendo atendidos.

Na época dos senhores de engenho, ostentava-se maior riqueza quem possuísse um grande número de escravos. Jamais se poderia imaginar, naquela época, dar aos escravos liberdade e direitos básicos. Comparando aos dias atuais, os descendentes destes senhores da Casa Grande, se alvoroçaram todos quando o assunto foi ter que reduzir o número de empregados e empregadas domésticas ou ter que lhes dar alguns direitos básicos, como carteira assinada, férias, pagar as horas extras, etc.

Então eu não vejo o porquê dos maçons manifestarem contra o atual governo, sendo a maçonaria uma “sociedade fraternal e filantrópica“, como dizem eles. Também não vejo o porquê dos maçons citarem o nome de Dilma mas esquecerem de citar o nome de seu irmão, na linguagem deles, Michel Temer, que é maçom e vice de Dilma.

E para aproveitar o embalo de que estamos falando da maçonaria, vou deixar um vídeo do cineastra francês Paul Riche, chamado Forças Ocultas, o mistério da maçonaria revelado pela primeira vez nas telas.