A farsa do atentado na London Bridge fica difícil de se sustentar

Recebi um vídeo de um amigo pelo Whatsapp sobre o atentado na London Bridge.

Ao que tudo parece se trata de um circuito fechado das câmeras naquela região próxima ao mercado, onde os terroristas foram abatidos pelos policiais.

Fiz uma procura através de imagens no google maps, mas não me foi possível localizar nenhuma cctv que pudesse permitir este ângulo das imagens. Depois irei no local pessoalmente para conferir.

Veja o vídeo onde supostamente os policiais matam os terroristas.

O que eu percebí:

– As imagens seguem sempre o mesmo padrão, pouco nítidas e de um ângulo de cima para baixo. Devido a isso a pessoa que assiste e faz a filmagem, via celular, do monitor, tem que ficar relatando o que os “terroristas” levam; estes disseram que ele levava uma faca e depois narram o que os terroristas vão fazer ou estão fazendo.

– Aos 10 segundos aparece uma “pessoa civil” no mercado e as pessoas que gravam a cena acabam antecipando os fatos, dizendo que os terroristas atacam ele, quando na verdade não tinha atacado ainda.

– Pessoas saem do fundo da rua correndo em direção aos terroristas. Numa situação real eles iriam corre em direção oposta, fugindo dos terroristas.

– Dois policiais fortemente armados recuam dos terroristas armados com faca, ao ponto dos dois cairem no chão.

– Não foi possível vizualizar os disparos, por isso quem filmou teve que ficar narrando o momento dos tiros.

– No final do vídeo, depois que os 3 terroristas foram mortos, pude ver que duas pessoas se aproximavam e parece que foram estas pessoas que tiraram foto do terrorista que usava calça camuflada. Parece que uma delas inclusive orienta o policial a mover para um lado. Talvez procurando um melhor ãngulo para a foto.

Outro problema que encontrei que não coincide com as imagens da CCTV

– De acordo com as novas imagens disponibilizadas daquela rua onde os terroristas foram mortos, havia mesas e cadeiras em ambos lados da rua.

– As imagens da CCTV no entanto nos mostrou outro cenário completamente diferente.

Carro fantasma causa atentado em Londres

Já tinha visto este vídeo que foi divulgado pela BBC e um amigo acaba de enviar novamente para mim. Para quem não sabe o que seja a BBC, a melhor definição que tenho é que é que nem a Globo dos nossos coxinhas, só que para os britânicos coxinhas daqui. Afinal crer na grande mídia não é proeza só dos nossos coxinhas.

Alguém consegue me dizer que viu uma mulher pulando ali? Por que ela pula depois que o carro passa? Por que ela deixa um rastro no ar? Por que foi filmado de tão longe? Por que a imagem está tão embassada? Por que o carro parece uma imagem holográfica? Por que quase não haviam pessoas do lado onde o carro passava?

São perguntas que todos deveríamos fazer antes de cairmos no conto das mídias.

Quem conseguir responder as perguntas acima também vai conseguir responder esta:

Por que este policial tem o dedo tão grande?

Dilma Rousseff sanciona a fosfoetanolamina

Uma grande vitória para a medicina nacional, para o Dr. Gilberto Chierice e toda a sua equipe e principalmente para todos os pacientes oncológicos e seus familiares.

Tenho absoluta certeza de que os espíritos da minha avó Corina e da minha tia Nilza, que infelizmente não tiveram a oportunidade de conhecer este medicamento, devem estar agora regozijando por mais esta etapa vencida e que beneficiará muitas pessoas.

Parabéns Brasil! Parabéns aos nossos pesquisadores! E parabéns a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, lutaram para que este sonho, esta última esperança se tornasse realidade.

Mortos no Bataclan começam a ressuscitar

Atualizado em 19/11/2015 às 18:36

Como noticiei ontem, não existe um consenso entre os números de mortos deste último atentado em Paris.

Os números de mortos do atentado parisiense parecem os números das bolsas de valores, eles ficam oscilando o tempo todo, ora aumenta, ora diminui. Os números de mortos foram aumentando, aumentando, chegou a 149, depois teve um ligeiro aumento, passando para 153 e dois dias depois teve uma forte queda, passando para 129. E os números da cotação dos mortos do Bataclan parecem continuar a cair. Para quem apostou num grande número de mortos, ver esta queda não é nada bom.

Bom mesmo está sendo para quem apostou na vida. Ontem mesmo escrevi o seguinte: Quanta alegria ao saber que um parente que foi dado como morto, agora se encontra vivo. Assim foi o caso de Pilar Touceda, que apostou na vida do seu filho Alberto Pardo Touceda. Ele havia sido dado como morto pelas autoridades francesas e espanholas.

Alberto Pardo Touceda é de Pontevedra, região da Galícia, na Espanha e morava há 3 anos na França, atualmente na cidade de Estrasburgo, divisa com a Alemanha. Como todo bom galego, a sua mãe também é muito desconfiada. E ela chegou a indagar sobre a morte do filho: “Como a polícia francesa é capaz de saber que é o meu filho sem um exame de DNA?”, relataram alguns parentes dela. Esta deveria ser a pergunta para fazermos sobre todos os mortos destes último atentado de Paris. Onde estão os exames de DNA de todos estes mortos? Fizeram de algum pelo menos?

Atualização:

Outro espanhol de nome Jorge Alonso Celada, foi confirmado posteriormente pelas autoridades espanholas como vivo. O seu filho, Guillermo Alonso, assegurou que havia recebido dois correios eletrônicos de seu pai. Depois o próprio Jorge Alonso telefonou para sua esposa confirmando que se encontrava bem

Mortos no Bataclan começam a ressucitar

Bibliografia
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/11/16/internacional/1447640117_529566.html (ou http://nfde.tk/80f7)

http://www.lasexta.com/noticias/mundo/jorge-alonso-celada-otro-espanoles-dado-muerto-paris-comunica-familia-que-esta-vivo_2015111500178.html

Não existe um consenso no número de mortos no último atentado de Paris e alguns relatos não estão coincidindo

 

Se alguém te perguntar, quantas pessoas morreram no último atentado de Paris, o que você responderia?

Sua resposta talvez se baseie em alguns destes números:

CNN 13/11/15 5:27 PM

Link da foto

Na imagem abaixo, podemos notar que a contagem dos mortos continua e que algumas horas depois teve um aumento no número de mortos que já haviam sido encontrados. Até aqui nenhum problema.

CNN 13/11/15 7:14 PM

Link da foto

O problema começa agora. Quase três dias depois dos atentados, a mesma fonte, CNN, que havia recebido a contagem de 149 e depois de 153, agora nos fornece a informação de que são 129 mortos.

O que isso tudo significa? Alguns voltaram a viver? Foram mal contados? Confundiram mortos com feridos? E os familiares dessa gente, o que será que pensa de tudo isso? Quanta alegria ao saber que um parente que foi dado como morto, agora se encontra vivo. E porque será que eles não noticiaram tal fato?

Outra coisa que andei investigando foi sobre o britânico que morreu dentro do Bataclan, Nick Alexander. Talvez por ser britânico e por estar relacionado com a banda que tocava no Bataclan, percebi que sua morte recebeu um certo destaque nas mídias internacionais.

Mas quem é Nick?

Nick é de Colchester, Essex, Reino Unido e tinha 36 anos. Ele estava em Paris, porque era o gerente de Merchandising da banda Eagles of Death Metal, que tocou no Bataclan na noite de sexta-feira 13. A mídia nos diz que Nick morreu no atentado. Mas morreu nos braços de alguém. Não nos braços de alguém qualquer, mas nos braços daquela que foi sua namorada, Helen Wilson. E antes dele morrer ela ainda tentou ressuscitá-lo, fazendo respiração boca-a-boca.

A mídia adora estas estórias.

Helen Jane Wilson, de 49 anos, ao ver que Nick não respirava mais disse (de acordo com o jornal The Telegraph):

Eu segurei ele em meus braços e disse que o amo. Ele foi o amor da minha vida.” Tudo isso aparentemente depois das 21:45 e dela levar tiros em ambas as pernas (nas coxas) e com a chegada da polícia e da ambulância ela foi hospitalizada, precisando tomar transfusão de sangue.

Nick havia convidado sua ex, Helen, para estar com ele neste concerto.

A estória é muito comovente e está cheio de apelos sentimentais, a não ser por alguns detalhes:

Polina Buckley, 24 anos, é a namorada de Nick Alexander. Ela, ao que tudo indica, mora nos Estados Unidos e a úlima foto deles juntos, registrado em seu Instagram, foi aproximadamente há um ano e meio.

Moi and my English muffin waiting to see Dolly Parton

A post shared by Polina Buckley (@polinabuckley) on

Polina em sua conta do Twitter diz: “Você é e sempre será o amor da minha vida, Nick Alexander”.

Quanto a Helen, a que segurou Nick em seus braços e que também disse que ele era o amor da vida dela e que levou tiros em suas pernas, os seus amigos do Facebook queriam saber do seu paradeiro, pois ela havia postado uma mensagem de que estaria no concerto do Eagles of Death Metal, no Bataclan.

Um dos seus amigos no Facebook, Cedric Chazaud, depois de escrever uma mensagem na timeline da amiga, às 22:33h, dizendo-lhe para dar algum sinal de que estaria bem, finalmente obteve uma resposta dela, alguns minutos depois. Às 22:57h, o que foi praticamente uma hora depois de Helen ter levado os tiros, ela informa ao seu amigo, Cedric Chazaud, via mensagem, de que estava ferida nas pernas, mas que entretanto o seu amigo havia falecido.

O curioso nesta estória toda é que Cedric envia outra mensagem via Facebook para todos os outros amigos que ele e Helen têm em comum com os seguintes dizeres:

“O seu empregado Nick, morreu em seus braços”

Seria então o Nick apenas um amigo, ex-namorado ou funcionário da Helen Wilson? Ou ele seria ele tudo isso ou nada disso?

Bibliografia

http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/islamic-state/11995836/Paris-attacks-who-are-the-victims.html

http://www.rollingstone.com/music/news/eagles-of-death-metal-merch-manager-nick-alexander-killed-in-paris-attack-20151114

https://www.facebook.com/helen.j.wilson.37

https://twitter.com/polinabuckley

Fosfoetanolamina ou Serão os neo-ateus de hoje os crentes de amanhã?

Fosfoetanolamina VS Neo-Ateus

Meu objetivo com este artigo não é causar polêmicas, ainda sabendo que elas serão inevitáveis. Tampouco é ofender as comunidades de neo-ateus, porque sei que os livres-pensadores jamais se ofenderão com este artigo.

Meu objetivo principal com este artigo é procurar desmistificar, corrigir alguns raciocínios, que ao meu ver, estariam errados sobre o pré julgamento que muitos estão fazendo em torno do composto Fosfoetanolamina.

Procurei antes de tudo estudar os principais argumentos contra e a favor deste composto para, somente assim, depois tirar a minha própria conclusão. Então resolvi escolher como “modelo padrão de argumentação”, uma pessoa da blogosfera. Sim, poderia ter escolhido várias pessoas. Mas para facilitar e não delongar muito, achei por bem escolher apenas uma. Nada contra ou a favor desta pessoa. Minhas críticas, ou contra-argumentação, estão sendo direcionadas aos argumentos da pessoa e não à pessoa em si. A pessoa escolhida tem um grande número de seguidores, alguns bem fiéis. E seus vídeos têm uma maior abrangência, o que acabou pesando na escolha.

Primeiramente gostaria de colocar aqui uma das últimas reportagens, a mais imparcial que encontrei até o momento, sobre Fosfoetanolamina

Agora parto para contra-argumentar alguns pontos que achei por bem tecer sobre o vídeo que o Pirulla fez sobre o composto Fosfoetanolamina. As falas dele ou os destaques que faço do vídeo dele estarão em itálico na cor verde.

Ele, Pirulla, escolheu “a fomosa reportagem do G1”, de Mariana Lenharo (Alguém sabe mais detalhes de quem ela seja, se tem formação na área médica?), para iniciar seu vídeo. Sinceramente, será que não havia outras reportagens melhores?.

“Nenhum dos artigos (de Geraldo Orivaldo Chierice) tem a ver, ou quase nenhum tem a ver alguma coisa com a área médica ou vinculada à medicina, ou algum composto de saúde…”

Errado. Tem vários artigos dele. Por exemplo este aqui, publicado em 2003, cujas pesquisas iniciaram em 1987. Ou quem sabe este outro de 1997? Leiam e vejam se tem ou não tem a ver com a área da saúde. Agora se quiserem saber mais sobre Geraldo Orivaldo Chierice, podem clicar aqui.

“O professor não apresentava a fosfoetanolamina, desde o início, com fins médicos”

Certo, mas isso tem algum problema? Quem leu o primeiro link citado acima, percebeu que na reportagem sobre “Polímero de mamona substitui platina em próteses ósseas”, a finalidade inicial foi a de isolar cabos telefônicos para a Telebrás e não a de, posteriormente, se criar uma prótese. Devemos então condenar a finalidade posterior, a das próteses, só porque a finalidade inicial era para cabos telefônicos? Ou devemos aproveitar todos os avanços da ciência? Principalmente se a finalidade maior da ciência é a de salvar vidas, como bem disse Nicola Tesla.

As vezes a ciência mira um alvo e acerta outro.

http://hypescience.com/24-descobertas-cientificas-acidentais/

“Esse professor ai aposta nisso, de que seja um sistema defensor do organismo, sendo que a gente não sabe.”

Aqui ele começa a desqualificar o professor Chierice, chamando-o de “esse professor ai”. Daqui para frente, o tratamento dispensado ao professor começa a esquentar. E “a gente não sabe” é muita gente, não? Melhor seria, “sendo que eu não sei porque não pesquisei ainda”.

E para quem quiser pesquisar:

http://www.fesbe.org.br/fesbe2007/cd/resumos/42.005.html

O Pirulla cita outros autores das teses nos quais seus nomes aparecem primeiro, antes do nome do Dr. Chierice. E que a importância devia ser dada a estes outros autores.

Errado. Ainda que não apareça em primeiro lugar, de algum forma o Dr. Chierice participou destes trabalhos e foi o Dr. Chierice quem resolveu fabricar por contra própria, e tirando do próprio bolso, a fosfoetanolamina sintética. Portanto os louros são dele e a nossa atenção deve ser voltada a ele.

Pirulla argumenta que Fos não cura todo o tipo de câncer pois existem milhares tipos de câncer.

Verdade, existem vários tipos de câncer, mas todos eles têm um fator comum: são células de tumor anaeróbico. E é ai onde atua o fosfoetanolamina, não importando qual o tipo de câncer, vai atuar nas células de tumor anaeróbico (cancerígenas). Por isso que o fosfoetanolamina é tão importante, além de que é muito barato. Outro dado importante: seus pesquisadores nunca afirmaram que curava todos os tipos de câncer.

“Então é muito importante que estes resultados sejam replicados por outros pesquisadores”. (12:04)

Certo. Inclusive o Fosfoetanolamina vem sendo utilizado também em testes com pacientes que têm Epilepsia.
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-30072007-162431/pt-br.php

E que tal saber que o Fosfoetanolamina também está sendo estudado com pacientes do Mal de Parkinson?

Pacientes com Doença de Parkinson apresentaram razoável melhoria dos movimentos e da postura com o emprego de somente fosfoetanolamina (Prof.Gilberto Chierice e Dr. Dair Bicudo Piai – comunicação pessoal)

http://www.doencadeparkinson.com.br/Fosfoetanolamina.htm

Fonte: http://www.saudecompleta.com/arquivos_pdf/doencasmentais.pdf

O Pirulla alega que, depois dos testes, se começar a dar resultado, ai alguma indústria farmacêutica vai “crescer o olho” porque o composto dá dinheiro.

Eu não acredito que o Pirulla esteja agindo de má-fé e sim que este comentário dele seja devido à sua inocência. Todo mundo que tem câncer, sempre procurou os tratamentos convencionais, que são a quimioterapia, a radioterapia e a intervenção cirúrgica. Quando alguém procura algum tratamento alternativo, como a fosfoetanolamina, quase sempre, é porque os outros tratamentos não foram eficazes ou o corpo do paciente não possuía condições para fazer os tratamentos convencionais, por exemplo quem tem sérios problemas no coração.

Agora, o que será que levou o Pirulla a pensar que o fosfo seria mais lucrativo para indústria farmacêutica? Para mim a resposta seria: desinformação. Não é muito fácil encontrar valores atualizados sobre os preços da quimioterapia e radioterapia, portanto vou me valer de comentários que encontrei em blogs na internet. Se alguém souber de fontes oficiais e quiser colaborar, fico agradecido.

Quanto custa uma única sessão de quimioterapia?

Nos EUA pode chegar custar U$ 36.000 (Trinta e seis mil dólares) dependendo do seu plano de saúde por lá. Fonte

No Brasil pode chegar custar cerca de R$ 11.000 (Onze mil reais), também, dependendo do seu plano de saúde. Este valor está desatualizado, pois é de 2011. Fonte

Seria lucrativo para a indústria farmacêutica ao ponto de “crescer os olhos” para a Fosfoetanolamina?

Como sabemos, pelo que foi noticiado, o custo de cada cápsula do composto Fosfoetanolamina custaria algo em torno de R$ 0,10 (Dez centavos de real). Através de relatos de alguns pacientes, a melhora começou a ser sentida a partir do primeiro dia usando as cápsulas, que são 03 (três) cápsulas por dia. Apesar de relatos encorajadores de pacientes que se sentiram normais a partir da segunda semana, o tratamento completo se dá entre 03 (três) a 09 (nove) meses, isso dependendo do estado imunológico de cada paciente.

Matemática pura e simples

Ah, mas a indústria farmacêutica tem que ter o lucro dela para fabricar e distribuir o composto!

Sim, muitos devem estar fazendo esta pergunta, mas de quanto seria este lucro? 100%? 1.000%? 10.000%? Ou 100.000%?

Vamos pegar o pior cenário, a de que o paciente precisou ficar 09 meses se tratando. Se o lucro for de 100% para a indústria farmacêutica, ela venderia todo o tratamento por R$ 162,00. Se fosse de 1.000% ela venderia todo o tratamento por R$ R$ 891,00. Se fosse de 10.000% seria vendido por R$ 8.181,00.

Ainda assim, com um lucro de 10.000% sairia mais barato que os atuais tratamentos de quimioterapia. Para a indústria farmacêutica “crescer os olhos” sobre o composto fosfo, com um lucro de 100.000% ela arrecadaria mais de R$ 81.000. Nada mal para a segunda indústria que mais fatura no mundo.

“E se esse remédio não faz nada e se esse remédio mata gente?” (13:40)

Certo, perguntar não ofende. E aqui Pirulla já considera o composto como um remédio, o que já é um grande progresso. Será que inconscientemente ele já sente que o composto Fosfoetanolamina vai se tornar um remédio? Mas existem laudos da toxicidade sim, vejam aqui. Acredito que não devemos ficar em achismo ou suposições, mas termos uma base fundamentada em fatos. Quem achar que este remédio não faz nada e que mata gente, que traga então algum dado que mostre isso ou que apontem a periculosidade do Fosfoetanolamina nos laudos.

“Vocé não pode lançar um produto no mercado sem ser testado em pessoas também”

Certo. Mas este produto não está sendo comercializado no mercado ainda. E quem foi que disse que ele não foi testado em pessoas? Ah, já sei, a Globo, não é mesmo Pirulla? A maior parte do vídeo do Pirulla foi basead em cima da “famosa reportagem do G1”.

Mas e agora, será que ele vai mudar de ideia?

“O que Chierice está fazendo, a meu ver, é um crime.”

Não é crime porque a Lei 10.742 de 2003 dispõe que “estão isentos de registro os medicamentos novos, destinados exclusivamente a uso experimental, sob controle médico, podendo, inclusive, ser importados mediante expressa autorização do Ministério da Saúde

Os testes foram feitos, não demontraram efeitos secundários/colaterais e teve sua eficácia comprovada. Conforme podemos ver nos testes apresentados no vídeo acima.

“De que Chierice estimula as pessoas a pararem a quimioterapia.”

É porque a quimioterapia baixa o sistema imunológico dos pacientes e consequentemente o composto fosfoetanolamina não agiria com a eficácia que vem agindo. Talvez esse seja o caso da senhora na reportagem da Record, logo no início deste artigo.

Veja aqui algumas dicas para aumentar a imunidade de quem faz quimio e radioterapia. Estas mesmas dicas servem para os pacientes que estejam tomando o composto e que não estejam mais fazendo nem quimio e nem radioterapia.

“Enfim, eu não sei o que ele está querendo dizer e não é isso que dizem os resultados das pesquisas que eu li”

Então por que não perguntar ao próprio Dr Chierice ou ler suas teses? Por que não perguntar ao Dr. Menenguelo ou ler suas teses? E quais foram os resultados das pequisas que você leu? Poderia ter passado aos seus seguidores para não induzi-los aos erro, não acha?

“Esse cara (Dr Chierice), ele é um irresponsável sim, ele é um maluco, ele é um lunático…”

Aqui o Pirulla estoura. Vejo um sério problema na fala do Pirulla. Anteriormente ele afirma que não entendeu direito sobre a questão da baixa imunidade com o uso do composto fosfo, sem apresentar os resultados das pesquisas que ele diz ter lido, para em seguida fazer tais acusações contra o Dr. Chierice. Acusações bem levianas no meu ponto de vista.

Mas será que o Pirulla nunca se deu conta de que o Dr. Chierice sempre teve respaldo de outros médicos?

Claro que ele se deu conta, mas segundo o Pirulla, por eles terem o “rabo preso” com o Dr. Chierice, eles nunca iriam chegar para o G1 ou para a revista Época (ambos da Globo, diga-se de passagem) e dizer “olha, realmente, eu não daria ouvidos para o que este professor fala não, porque ele é maluco”. E o Pirulla por não ter o “rabo preso” com o professor, se sente neste direito de poder insultá-lo.

“Este Ministro Edson Fachin, ele é um irresponsável, eu não li as justificativas dele…” (22:58)

Espera lá, você não leu a justificativa do Ministro Fachin e mesmo assim o chama de irresponsável?

Então vamos aqui tentar esclarecer algumas coisas. Primeiro vamos colocar parte da declaração do Ministro:

Os protocolos médicos e científicos são requisitos imprescindíveis para a liberação de qualquer medicamento. Nesse caso, a excepcionalidade se deu em relação a uma paciente cuja narrativa foi que estava em estado terminal

Por dizer isso que está acima Pirulla, mesmo não lendo as justificativas, chamou o Ministro de irresponsável. Agora vamos ver uma parte da fala do próprio Pirulla:

Se este composto estava sendo dado como teste para doentes terminais de câncer, que estavam desenganados pelos médicos, que não tinham como se curar através de vias normais, etc e tal, EU NÃO VEJO PROBLEMA… ” (14:35)

Sem querer ofendê-lo Pirulla, como já disse, nada tenho contra a sua pessoa, mas comparando a justificativa do Ministro, que foi chamado de irresponsável, por você, com a sua própria justificativa acima, então isso faz de você DUPLAMENTE irresponsável, primeiro por você não ter checado antes a justificativa do Ministro e segundo porque a sua fala se iguala a dele.

 

Nota: Usei o termo neo-ateu, por ser um termo mais comum hoje em dia, na verdade poderia ter usado um termo que criei: Ateu Popcorn, porque este tipo de ateu diferencia dos ateus legítimos, são mais escorregadios, parecem banhados em óleo ou manteiga, se esquentam com muita facilidade e quando quentes explodem de fúria, se transformando. E claro, seguem os mesmos quatro cavaleiros. O que para muitos deles seria uma espécie de quatro evangelhos.

As estratégias das equipes do governador tucano Beto Richa para justificar o seu massacre contra os professores do Paraná

  Foto: juntos.org.br

 

Na nossa história, várias mentiras foram contadas como sendo verdades, algumas delas foram descobertas posteriormente, outras perduram até hoje. Outras já completaram mais de dois milênios de existência, sem serem ainda totalmente desmascaradas.

Com a internet, as mentiras, os engôdos, as farsas se espalham de forma gigantesca. Mentiras criadas em um determinado país, são traduzidas e adaptadas para a língua e os costumes locais de um outro país. Assim que, boatos estrangeiros são acreditados como “verdades” nacionais. Até que caia a farsa.

Toda mentira necessita de um meio (rápido, é o ideal) de propagação e de inocentes úteis e de pessoas estratégicas para poder espalhá-la. Robôs virtuais também podem ser usados nesta tarefa.

A farsa começa a ser montada

Um dia antes do ato bárbaro contra os professores paranaenses, a polícia do Paraná já divulgava nota sobre a convocação de black blocs para as manifestações.

Mas de acordo com Hermes Silva Leão, presidente da APP-Sindicato, ao que tudo indica até dia 28/04, um dia antes do massacre, os professores não estariam utilizando nenhum tipo de tática e que não haviam black blocs infiltrados. “Isso faz parte da guerra de comunicação travada pelo governo”, disse. “Não estou vendo ninguém mascarado ao meu lado. A atual direção da Sesp pratica uma política de disseminação de medo.”

No dia do massacre surgem os black blocs

Como num passe de mágica os black blocs surgiram para tentar querer justificar as ações truculentas da PM do Paraná, como bem mostra esta fala do governador Beto Richa (PSDB) “O radicalismo e a irracionalidade de pessoas mascaradas e armadas com pedras, bombas de artifício, paus e barras de ferro, utilizados contra os policiais, são responsáveis diretos pelo confronto”

No vídeo abaixo, totalmente sugestivo e manipulado, nos 59 segundos é mostrado um policial todo sujo de tinta, como se estivesse ferido, de acordo com a voz que narra a reportagem.

Outro policial ferido?

Este outro policial que parece que estava disfarçado de pantera-cor-de-rosa dá a entender, através desta selfie, que estaria também todo ferido. Mas de sangue rosa. O que acabou fazendo-o virar uma piada na internet.

A entrevista que não deu certo

Novamente numa tentativa de encobrir a verdade dos fatos, o governador tucano arranja uma entrevista maquiada, para tudo sair como manda o figurino.

Quem quiser assistir na integra a entrevista maquiada basta clicar aqui.

Mas o tiro saiu pela culatra, ou se preferir, o tirou acertou o próprio pé do governador, pois ele não esperava que uma parte [não editada] da entrevista, fosse vazar para a internet. O que fez cair a farsa desta entrevista, como todos podem observar no vídeo abaixo:

Mas afinal quem são os black blocs?

Os black blocs podem ser qualquer pessoa. Podem ser políticos disfarçados, assim como podem ser também policiais disfarçados para minarem os protestos pacíficos dos professores.

Aliás essa é uma tática muito utilizada pela polícia americana, como vocês podem ver nas imagens abaixo:

Ou aqui:

A matéria completa sobre estes policiais infiltrados vocês podem ver aqui.

E para terminar de desconstruir toda essa farsa em torno do governador tucano Beto Richa, na foto abaixo temos os assessores do governador disfarçando-se de professores, com cartazes, é claro, elogiando o governador.

Saiba mais quem são estes assessores de Beto Richa clicando aqui.

A ditadura no Brasil acabou?

Não precisa ser muito inteligente para entender as poucas linhas logo abaixo. Basta ter uma inteligência mediana.

Várias são as imagens que pululam na internet mostrando a truculência da polícia paranaense comandada pelo governador do estado, Beto Richa do PSDB.

Mas o pior de tudo, toda essa violência utilizada não foi contra marginais, vândalos ou bandidos, como se costuma querer justificar. Utilizou-se da violência policial contra professores. Bater em professores é que nem bater em crianças de colo, tamanho o absurdo.

O que se pode esperar de uma polícia que viola a nossa constituição, tirando dos professores o seu direito de manifestar e ainda os agredindo física e moralmente?

Todo sistema de opressão necessita de uma polícia de repressão. E é o que estamos presenciando agora por estes dias no Paraná.

Em toda ditadura cria-se uma polícia repressora para minar, suprimir qualquer expressão que seja contrária ao regime ditatorial. Ditadura e liberdade de expressão são duas coisas que não se casam. Não há, portanto, concomitância.

Agora há um outro dado que não nos pode escapar das nossas análises. Essa mesma truculência vem se verificando também no estado de São Paulo. E ambos são governados pelo PSDB.

Resquícios da nossa ditadura militar, ainda permanecem nos dias atuais. As tentativas de golpe também.

Brasileiro de verdade não foge do seu país

Recentemente um vídeo no Youtube chamou a atenção de alguns amigos meus. Alguns queriam saber o que eu pensava sobre o assunto. Outros me indagavam, ainda que indiretamente, se seria mesmo o momento de eu querer voltar para o Brasil.
Veja aqui o vídeo que está causando alguma polêmica:

Clique aqui para ver a matéria que fez o vídeo dele ficar conhecido.

Agora vamos abordar apenas uma questão importante: a saúde pública. Aqui na Inglaterra, país onde resido atualmente, temos o NHS e no Brasil temos o SUS. Não será meu propósito aqui querer comparar um sistema de saúde com o outro, mas quero dizer que ambos são gratuitos, ou se preferir, são mantidos por quem paga os impostos. E nos EUA? Lá eles não tem saúde pública como conhecemos. Se esse senhor que fez o vídeo for querer morar nos EUA sem estar legal, ai a coisa vai ficar complicada, pois ele não vai ter direito de PAGAR por um seguro de saúde. Veja, mesmo tendo dinheiro para pagar por um seguro de saúde, ele não poderá fazê-lo de forma legal. Tudo terá que ser particular, pago em “cash”. E quanto custa a saúde nos EUA? A mais cara do mundo. Ah, mas lá ganha-se bem. Alguém pode querer dizer. Concordo, chega-se a ganhar U$50.000 num ano, fazendo o mesmo tipo de trabalho que um brasileiro comum faz aqui na Inglaterra. Mas e quanto se gasta com saúde por lá? Vamos concentrar apenas na saúde, ok? Esqueçamos por enquanto de todos os outros impostos e taxas que se tem por lá (e olha que não são pouco os gastos).

A média de gastos em hospitais nos EUA é de US25.000 por semana. Mas isso sem contar o procedimento cirúrgico. Esse valor é pago por alguém que ficou doente e precisou ser internado e ficar recebendo visitas de médicos, de enfermeiros e também de procedimentos clínicos. Se ele precisasse de uma cirurgia do coração, por exemplo, teria que pagar entre U$200.000 a U$250.000 e teria que dar 50% desse valor de entrada, antes da cirurgia ser marcada. É por isso que muitos brasileiros que moram nos EUA voltam para o Brasil para fazer algum tratamento de saúde mais complexo.

Agora será justo uma pessoa que viaja para o exterior, fixando residência por lá, e que passe a criticar, falando mal do país em que viveu e cresceu e depois queira voltar para seu país de origem, só para fazer um tratamento médico público e que será custeado pelo povo que ele tanto fala mal? Não estou me refiro ao senhor que fez o vídeo, que fique claro. Mas talvez ele não saiba a realidade de muitos brasileiros que vivem nos EUA. Eu prefiro lutar pelo meu país, sugerindo ideias que possam contribuir com melhorias para todos. Criticar é muito fácil, lutar por melhorias é mais complicado. Talvez agora o brasileiro esteja começando a despertar e a aprender que não basta criticar, mas que é preciso também arregaçar as mangas. E os protestos recentes nos dão uma prova disso. Já chega! Basta! Este é o grito que se ouve nas ruas. O autor do vídeo pode querer morar fora do Brasil por várias razões. Eu mesmo tive as minhas razões para ir morar fora, assim como tenho minhas razões para querer retornar. O que não se pode é fugir e abandonar o seu país. Em nosso Hino Nacional está escrito “Verás que um filho teu não foge à luta” e aquele que o faz, não é digno de ser chamado de brasileiro.

Educação, ensino, internet e a Paranoia de Raúl Seixas

A internet vem se tornando uma excelente ferramenta na ajuda da remodelação do caráter. Isso mesmo, remodelação do caráter, já que a formação do caráter se dá nos nossos primeiros anos de vida. Aproximadamente até aos sete anos de idade, é onde a criança recebe os subsídios, os alicerces que irão compor o seu caráter. É justamente nesta primeira fase da infância, que ocorre a verdadeira educação de uma pessoa ou de um país. Talvez esteja ai o grande segredo dos sucessos contínuos, dos êxitos, na educação finlandesa. Talvez já aos sete anos de idade seja perfeitamente possível afirmar se uma criança tem um bom ou um mal caráter.

Não restam dúvidas que esta formação basilar é a que irá predominar ao longo de nossas vidas. E uma mudança desta base na fase adulta, requererá muito esforço por parte da própria pessoa. Se a criança recebeu uma boa ou má educação dentro do lar, o seu comportamento perante a sociedade irá denunciá-lo. Por isso que acreditamos que é de suma importância valorizar as boas atitudes e ao mesmo tempo recriminar as más, estejamos onde estejamos. Como forma de reforçar o caráter para a prática do bem. Neste caso o professor da escola primária é um grande aliado dos pais, pois será ele o grande condutor dessas almas que principiam a deixar os “verdadeiros centros de formação do caráter”, que são os lares dos pais. E nada é mais certo do que o aforismo popular que diz que “os pais educam e os professores ensinam”.

Mas e quando falham, ou não foram convenientemente alicerçados, a educação e nem o ensino básico? É claro então que essa criança já começará a despontar nos primeiros anos de sua adolescência, os fortes indícios da falta de caráter e de educação. E esses indícios de caráter e educação, ou a falta deles, hoje em dia é visivelmente perceptível graças as redes sociais e blogs da internet. Outras vezes vemos pessoas que tiveram uma instrução escolar, tem curso superior, mas ainda assim tem um caráter duvidoso e que é reprovado pelos seres de bem. Vou passar a demonstrar agora o que venho dizendo, com alguns exemplos práticos. Recentemente o promotor de justiça e professor de Direito – onde será desligado deste cargo – na Universidade Mackenzie, criou uma grande polêmica ao publicar no Facebook uma mensagem incitando a violência policial e pedindo que a Tropa de choque atirasse para matar contra os manifestantes do Movimento Passe Livre, que reivindicam contra o aumento da tarifa de preço dos ônibus. Confira abaixo o texto postado pelo Promotor de Justiça.

Rogerio Zagallo

O próprio Raul Seixas, que para o autor foi um profundo conhecedor da psicologia humana, já havia citado na letra da música Paranoia, fatos que apontam para a atitude adotada, posteriormente, pelo Promotor Rogério Zagallo. Veja uma parte da letra da música Paranoia: “Se eu vejo um papel qualquer no chão. Tremo, corro e apanho pra esconder. Com medo de ter sido uma anotação que eu fiz. Que não se possa ler.” E foi isso que o Promotor citado acabou fazendo, correu e tentou esconder a anotação que tinha feito, apagando a mensagem que ele mesmo havia publicado no Facebook.

Vamos agora, sempre com a “lupa” na mão, analisar outro caso que possivelmente ocorreu ontem, dia 13/06/2013. Se trata de um vídeo divulgado no Youtube onde se percebe que um policial que foi destacado para conter as manifestações do Movimento Passe Livre, quebra o vidro da própria viatura. Colocarei aqui o vídeo que foi postado no canal “Senhor VeTudo”, do Youtube.

Curiosamente, o título deste canal, “Senhor VeTudo”, nos faz relembrar novamente a mesma canção Paranoia de Raul Seixas, que diz: “Minha mãe me disse há tempo atrás. Onde você for Deus vai atrás. Deus vê sempre tudo que cê faz. Mas eu não via Deus. Achava assombração…” Mas neste caso aqui, e diferentemente da canção de Raul Seixas, quem tá vendo muita coisa não é (só) Deus e nem assombração, mas sim a própria população, que mediante seus celulares e máquinas fotográficas, agora, acabam registrando tudo que veem.

Portanto senhores Policiais, Promotores, Políticos, não entrem em paranoia. Vocês sabem o que é certo e o que devem fazer. Se não sabem, vai aqui uma dica: atenham-se sempre à Verdade e ao Bem. Ouçam as vozes que tanto clamam por justiça. Não tenham medo. Estejam sempre: Com amor e sem medo! Com amor e sem medo!