Porque a fosfoetanolamina do Dr. Gilberto não deve ser vendida

quarteto da fosfo

Crédito para a imagem: Conexão Jornalismo

Primeiro porque o próprio idealizador/sintetizador da fosfoetanolamina no Brasil, Gilberto Chierice, afirma que, seguindo seus princípios (e não há nada mais gratificante que ver pessoas de princípios morais elevados como os dele), a fosfoetanolamina deve ser gratuita, fornecida pelo governo. Esta informação pode ser coletada em vários de seus vídeos, ou em seu último vídeo até o momento, onde ele presta depoimento à polícia federal, que intentam incriminá-lo com envolvimentos na Lava-Jato.

Agora existe uma série de outras razões que passo a descrever aqui e que todos deveriam prestar bastante atenção

A fosfoetanolamina brasileira foi desenvolvida com dinheiro público

Mas o que isso significa? Significa que nós, como uma sociedade, pagamos através de nossos impostos para que investimentos fossem feitos nas áreas de pesquisa e saúde e que todo o resultado fosse destinado para o povo, que foi o investidor de tais projetos. Vejam bem, o povo foi quem pagou, quem financiou para que toda a linha de pesquisa e testes pudessem ter sido levados a cabo.

Saiba como importar a fosfoetanolamina sem pagar os altos juros dos bancos e sem pagar IOF

Os sabotadores e sequestradores da fosfoetanolamina

Significado de SequestrarO povo começa a despertar, a duras penas e a muito custo, para o fato de que a grande mídia só serve aos interesses de grandes empresas e grandes indústrias que injetam muito dinheiro nestas mídias para conduzir o povo a cair nas suas armadilhas (não encontrei outro nome melhor). São estas grandes empresas e grandes indústrias que também financiam as campanhas políticas de todos os candidatos.

Então é natural entender que vai ser destes órgãos, mídia e política, onde ocorrerá as maiores sabotagens contra a fosfoetanolamina. Agora, os sequestradores da fosfoetanolamina, estes surgem de todos os lados, inclusive de onde menos se espera. Se um político é financiado por uma empresa de comércio, é natural que resulte daí apenas transações comerciais de tudo quanto é espécie. O mesmo podemos dizer das grandes mídias, tudo o que aparece na grande mídia, é panfletagem para algum grupo que paga caro ou como costumo dizer, a grande mídia é uma espécie de vitrine onde se tenta vender algum produto ou serviço.

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, supostamente é um trabalhador do povo. Ele foi escolhido pelo povo para administrar serviços que devem ser executados em prol do povo. Portanto, Geraldo Alckmin é um funcionário público, pago com o dinheiro do povo. Agora o que não se pode esperar e jamais admitir é que um funcionário do povo, sequestre os interesses deste povo para favorecer ou beneficiar entidades privadas ou a ele próprio, sua família e seus amigos.

Geraldo Alckmin, o maior sequestrador da fosfoetanolamina brasileira

A fosfoetanolamina sintetizada pelo Dr. Gilberto Chierice e sua equipe é um bem público e não um bem privado. Não foi, em solo nacional, uma empresa privada que pagou e financiou os estudos, testes e todos os outros trabalhos que culminaram para o desenvolvimento da fosfoetanolamina, quer sejam as pesquisas do Dr. Gilberto, quer sejam de outro pesquisador. Tudo ocorreu dentro das Instituições Públicas!

Mas o que faz Geraldo Alckmin? Ele sequestra um bem público e enclausura dentro de um laboratório privado. E com qual finalidade? A de obter lucro em cima de algo que, por lei, deve ser devolvido ao povo que pagou pelas pesquisas e pelo desenvolvimento da fosfoetanolamina no Brasil. Portanto, tirar a fosfoetanolamina do povo e colocá-la dentro de um laboratório privado, é sequestro, é crime.

E o que é ainda pior, querem comercializar, vender para o povo, uma cápsula cujo o encapsulamento vai ocorrer dentro de uma instituição do próprio povo, mantida com o dinheiro do povo, que é a FURP – Fundação para o Remédio Popular. Ou seja, querem fazer com que o povo pague R$ 6,00 por cada cápsula, sendo que o povo já pagou para desenvolver toda a tecnologia e infraestrutura, já pagou por toda a pesquisa e que já sabe perfeitamente que é um composto muito eficaz e que tem um custo baixíssimo de apenas R$ 0,10 cada cápsula.

O problema é grande, é grave e é muito sério. A desinformação, a manipulação da informação correta, o que por vezes acaba transformando-a em informação falsa ou em contra-informação e a falta de leitura do nosso povo, que acaba favorecendo a manipulação, a tudo isso eu chamo de midiotização. Então não é raro ver entre muitos dos defensores da fosfoetanolamina, frases do tipo:

“Eu até concordo que a fosfoetanolamina deve ser vendida, mas R$ 6,00 é um absurdo”

Esperem lá pessoal, vendida para quem? Só se for para outros países. Como pode o povo brasileiro pagar para desenvolver a fosfoetanolamina e depois querer vender para ele mesmo? Apenas a título de exemplo, deixem-me colocar um caso aqui: você dá um dinheiro a uma pessoa (Alckmin por exemplo) para ele ir na feira comprar manga para você. Quando ele chega na sua casa com a manga, ele inventa a mais estapafúrdia das histórias para tentar te revender a sua manga por um preço cem vezes mais caro. Você pagaria? Absurdo para mim é uma fala destas que andei vendo em grupos que defendem a fosfoetanolamina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s