A quem interessa a aprovação do projeto de lei sobre a fosfoetanolamina sintética?

Em um outro artigo sobre o projeto do deputado Jair Bolsonaro, escrevi que o projeto dele poderia não ser bom para os que lutam pela fosfoetanolamina sintética. E agora as minhas suspeitas vão se confirmando que de fato não é nada bom.

Este artigo não é um ataque direto nem indireto ao deputado, porque este novo projeto aprovado pela câmera dos deputados e que é bem diferente do projeto original, não é só assinado pelo deputado Jair Bolsonaro, mas sim por outros 25 deputados. Poderíamos pegar qualquer um dos outros deputados para compor este artigo, que ele não seria prejudicado em nada. Apenas resolvemos manter o nome do deputado Jair Bolsonaro por ele ser o que mais vem aparecendo nas mídias, os holofotes estão apontando para ele. Só por isso.

Mas por que o projeto aprovado não é bom para os pacientes com câncer e que lutam pela liberação da fosfoetanolamina?

Reparem nesta parte do PL 4639/2016 que foi aprovado na câmera dos deputados:

Este trecho diz que o projeto original e também os outros projetos que estavam sendo vinculados ao original, que eram os projetos dos deputados Jair Bolsonaro (PL4510) e Celso Russomanno (PL4558), ficaram prejudicados, foram arquivados, passaram a não ter utilidade alguma.

Mas destaca outra coisa. Que é o destaque nº1 do projeto original do deputado Welliton Prado, que diz:

Reparem na parte que destacamos em vermelho e que fazia parte do projeto original, mas que o deputado Jair Bolsonaro e companhia fizeram questão de retirar. Se o projeto original determinava que a União garantisse o fornecimento e a distribuição da fosfoetanolamina, agora que foi retirada esta parte, resta fazermos a seguinte pergunta:

Quem vai garantir então a fabricação, o fornecimento e a distribuição da fosfoetanolamina sintética?

Mas calma, não desesperem agora, porque há mais motivos para se desesperar com o projeto do Jair Bolsonaro e Cia aprovado na câmera dos deputados.

Parece um pouco confuso, não? Mas para entendermos esta parte precisamos saber o que dizia o tal art. 4º do Projeto de Lei 3.454/15. Vejam senhores e senhoras o que este artigo do projeto original dizia:

Já sabemos que a fabricação, o fornecimento e a distribuição da fosfoetanolamina sintética, não vai ser feito pela União.

Agora sabemos que este 4º artigo do projeto original foi prejudicado e que a produção e entrega, que antes seria de forma gratuita e por intermédio do SUS, não vai mais ser grátis.

Hummm…

Então quer dizer que a fosfoetanolamina sintética vai poder ser fabricada por laboratórios particulares e os laboratórios vão poder repassar todos os custos da pesquisa, da fabricação, da logística de distribuição, os custos de armazenamento, os custos de transporte e ainda por cima ganhar algum lucro para compensar todos os esforços empregados nesta “luta”?

Claro que vão poder! O que não vai poder é a fosfoetanolamina continuar a ser grátis como era antes.

O próprio projeto do deputado Jair Bolsonaro já indicava isso:

Resumo

Alguns comentaristas vieram comentar no meu outro post, indicando que eu poderia estar errado sobre a aprovação do projeto original, já que o projeto do Jair Bolsonaro foi aprovado com urgência. Outro chegou a dizer que o que importava é que o projeto foi aprovado e não importando muito o projeto original.

Pois eu digo, do jeito que este projeto foi encaminhado para o senado, eles vão tratar de aprová-lo bem rapidinho.

Há que se perguntar: a quem interessa a aprovação deste projeto de lei? Com certeza não interessa aos pacientes com câncer e que veem na fosfoetanolamina sintética a única esperança.

Anúncios

11 opiniões sobre “A quem interessa a aprovação do projeto de lei sobre a fosfoetanolamina sintética?

  1. O projeto é bom. Melhor do que nada. Se vamos pagar pela FOSFOETANOLAMINA SINTÉTICA, pagaremos. Se esse é o preço que teremos para que ela seja libetada, pagaremos.
    Interessante verificar que a ANVISA não quer que ela seja liberada, EM NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA, nem gratuita, nem paga.
    Se essa é a posicso da ANVISA, devemos ser contra.
    Isso não impede que depois façamos outra lei obrigando a UNIÃO a distribuir a Fosfoetanolamina sintética gratuitamente pelo SUS. Mas aí será outro momento.

    SOMOS SIM A FAVOR DO PL APROVADO NA CÂMARA e que se encontra agora no Senado Federao. (PLC 3/2016)

    • Ho amigo, nos ja bancamos esses vagabundos a qto tempo? na constituição fala que e dever do estado Saude, Educação, e segurança… com tantos impostos, ate na hra da doença eles querem sair fora….. Ta errado!!! e obrigação do Governo!!!!!!!

    • “Se vamos pagar pela FOSFOETANOLAMINA SINTÉTICA, pagaremos.”

      Ok, mas até quanto? Pagarão pela fosfo o mesmo preço do CAELIX? E outra pergunta importante a se fazer: e quem não pode pagar, deve ser penalisado, castigado com a morte?

  2. Pingback: Se já estava difícil conseguir a fosfoetanolamina por liminar, pode ser que agora fique difícil também de importar | Marden Carvalho

  3. Dada a dificuldade em se conseguir o produto , e melhor que a lei seja logo aprovada e posteriormente façam se as eventuais correções, PORQUE QUEM TEM CÂNCER TEM PRESSA , NÃO PODE ES PEGAR .

    • Carmelita, o produto se consegue no exterior de forma relativamente barata, não tão barata quanto a fosfo nacional, que fica em torne de R$10,00 o tratamento mensal, aqui no Brasil. Mas com a lei, do jeito que ai está, pode ser que a importação seja dificultada. E ai nem a fosfo da USP e nem a fosfo importada. Precisamos ter muita atenção quanto a isso.

  4. Semelhanças que vejo com Hitler

    Violento
    Nervoso
    Superficial nos julgamentos
    Sem misericórdia com os fracos
    Polarizado
    Demoniza os oponentes
    Pega vaquinha e chuta cachorro morto (covarde )
    Populista
    Soluções grosseiras fáceis e danosas
    Ignorante (parece que Hitler era mais intelectual que ele )
    Arrogante
    Nacionalista
    Militar nervoso e desequilibrado

  5. Tirar essa responsabilidade do estado, nesse caso, não é uma coisa maléfica. O que se quer com isso é fazer com que não haja falcatrua alguma. Sabemos que as coisas nunca funcionam bem quando só cabe ao estado, vejam o exemplo do SUS, vejam o crescimento da adesão aos planos de saúde! Quando adoecemos e precisamos da ajuda do estado e recorremos ao SUS, sabemos o que passamos. Vemos a todo momento fraudes dos governos no que diz respeito ao superfaturamento na aquisição de medicamentos, erros no repase, medicamentos que vencem nas prateleiras das farmácias em hospitais, nos desvio de verba, etc. É bem mais fácil fiscalizar uma empresa privada que um estado!

    • Mas quem é o Estado, se não o conjunto de todos nós? O que temos que fazer é tomarmos as rédeas das responsabilidades, isso sim. No caso do SUS e muitos outros serviços mal prestados, é porque a iniciativa privada financia políticos. E qual a consequência disso tudo? Políticos financiados têm que prestar contas aos seus “patrões” e esquecem do povo, que lhes deram o voto. Vale mais, quem paga mais. Sucateando a saúde pública o jeito é correr para o hospital privado, aquele mesmo hospital que financiou o político da cidade, fazendo com que este desviasse verbas públicas que iriam custear a saúde do povo. Quer ver isso acabar de verdade? Que todo político só pudesse frequentar hospitais públicos, que só pudesse andar de transporte público e que seus filhos só pudessem frequentar escolas públicas. Ao mesmo tempo que se acabasse com o financiamento privado de campanhas. O salto de qualidade de vida do brasileiro iria ser enorme!

      Engana-se ao se achar que é mais fácil fiscalizar uma empresa privada. Como, se todas as decisões das empresas privadas são tomadas em portas fechadas. Qual empresa que reúne o seu corpo de diretores e faz uma live direta no Facebook sobre as decisões que vão ser tomadas? No Congresso, bem ou mal para o povo, podemos acompanhar as decisões em direto e saber quem votou a favor ou contra a vontade deste mesmo povo. Lembra do caso da Vale que soterrou cidades e afetou a vida de milhares de pessoas com lama? Como uma empresa que visa lucro pode saber o que é ou não melhor para nós? Claro que esta empresa só vai pensar nos seus interesses e se não tivermos um Estado forte, eles fazem a festa, sugando tudo do povo brasileiro e investindo em paraísos fiscais, pois nem para pagar impostos estas empresas prestam, se fosse assim não haveria este monte de vazamentos, tipo Panamá Papers.

      Capitalismo é isso, sem tirar nem por. É condicionar o ser humano a ser escravo de outro ser humano, só que de uma forma mais acentuada e acelerada. É o 1% chicoteando os outros 99%.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s