No mundo dos neo-ateus quem for cético vira rei


No meu último post procurei contra-argumentar sobre os principais argumentos desfavoráveis ao composto fosfoetanolamina, que vejo pipocar na internet. Notem bem que não estou argumentando contra laudos de médicos que testaram e desaprovaram o fosfoetanolamina, porque estes laudos desfavoráveis simplesmente não existem. Os laudos que existem, todos indicam o fosfoetanolamina de uma forma positiva. Ainda que não existam laudos clínicos reconhecidos pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), os laudos clínicos dos médicos envolvidos nos tratamentos com o composto indicam um grande progresso no tratamento, com redução de tumores e também de cura total em alguns pacientes.

Procurando estudar cada vez mais sobre este caso, gosto sempre de ver os dois lados da moeda, ouvir depoimentos favoráveis e contra, tentando ser o mais imparcial possível. Só que cada vez mais me deparo com relatos anedóticos, na verdade são verdadeiras piadas (de mal gosto é claro), justamente por parte daqueles que poderemos chamar de Guardiães da Ciência: os neo-ateus. Que supostamente querem defender a ciência acima de tudo.

Desta vez tentarei não me delongar demasiadamente como aconteceu no post anterior. Vou pegar apenas duas das contra-argumentações que neo-ateus do Bule Voador fizeram esta semana.

Questão 5

Explico: Um dos argumentos levantados pelo pessoal que precisa do composto é o de que a Indústria Farmacêutica não tem interesse em um composto barato, já que a quimio, a rádio e um outro arsenal de medicamentos, que os pacientes portadores de câncer necessitam, acabam sendo mais vantajoso para a Indústria Farmacêutica.

Os neo-ateus do Buel Voador, assim como o outro neo-ateu, Pirulla (veja meu post anterior), pensam que não, que é justamente o contrário, pois “um produto barato vai proporcionar uma margem de lucro maior”. Tipo assim: temos a patente e vocês devem pagar o preço que pedimos. Aliás já fazemos isso com a quimio e a rádio, cujo tratamentos nem sempre são eficazes.

De acordo com o Bule Voador “60 cápsulas por mês custariam R$ 1,60”. Sério isso? Ou o pessoal do Bule Voador têm outros dados para nos fornecer ou parece que matemática deixou de ser ciência. Nas contas que fiz R$ 0,10 vezes 60 cápsulas são R$ 6,00 e não R$ 1,60 como eles alegam. Suponhamos que os R$ 1,60 deles estejam correto, então os lucros serão ainda maiores. Deixando de lado por hora esta mera questão matemática, vamos analisar o lucro que eles estão propondo.

O lucro seria de R$ 998,40 (1000 – 1,60), o que daria uma margem de lucro de 62.400% ((998.40 / 1.60) * 100). Sério que é isso o que estão propondo o pessoal do Bule Voador, um lucro de 62.400% para quem anda agonizando num leito e esperando a morte? É isso o que eles chamam de “lucro muito mais extraordinário que a margem média da indústria farmacêutica”?

Pobre indústria farmacêutica, como vocês não pensaram nisso antes? Um lucro de 62.400%!!! Pessoal da Indústria Farmacêutica vocês são muito bobinhos. Se não fosse a ajuda dos neo-ateus, vocês estariam falidos.

Mas esperem lá, cientistas financeiros do Bule Voador, se a média de lucro da indústria farmacêutica é de 20%, como vocês alegam, como é que eles vão conseguir explicar para a população, que está morrendo, que o medicamento deles que antes era distribuído gratuitamente, pelo professor Chierice, agora lhes vão custar caro e com uma margem de lucro de 62.400%? Passe a fórmula mágica para a lucrativa e famigerada indústria farmacêutica, mas não deixem o povo que sofre ficar sabendo, se não vocês vão dar com os burros n’água, se é que me entendem.

Mas e essa média de 20%, onde você encontraram cientistas financeiros do Bule Voador?

Quando a matemática era ciência (agora parece que deixou de ser) uma regra bem simples para se obter uma média era a de somar todos os números do conjunto e dividir o total pelo números de itens do conjunto.

Vocês disseram que de 10 a 40% = 20% na média. Sério? Posso confiar? Ou eu posso desconfiar de que vocês não leram o link que vocês mesmos forneceram?

Quando a matemática era ciência as coisas funcionavam mais ou menos assim: (10 + 40) = 50 / 2 = 25%

Nem 20% e nem 25%. “Não existe, hoje, nenhum medicamento no Brasil que tenha margem de lucro inferior a 500%. Todos os medicamentos têm preços superfaturados” afirma o farmacêutico Antônio Barbosa, presidente do Conselho Regional de Farmácia (CRF) do Distrito Federal e coordenador do Instituto Brasileiro de Defesa dos Usuários de Medicamentos (Idum).

Sério que a Aspirina movimenta mais de 1 bilhão de USD ao ano?

Concordo que movimenta mais. Mas, mais quanto? Porque no link que vocês fornecem não diz nada. Por acaso vocês leram o próprio link de vocês?

Agora vejam a imagem abaixo (consultem esta fonte):

Não sei quem está correto, mas há uma discrepância assustadora.

Quem afirma que a indústria farmacêutica tem um lucro de “10 a 40% (20% na média)”, para depois dizer que só a Aspirina dá 80% de lucro e que o Fosfoetanolamina pode dar 62.400% de lucro, deve acreditar que a indústria farmacêutica doa muito de seus medicamentos ou leva prejuízos em muitos deles para ficar nessa suposta margem de 20% do Bule, não acham?

Questão 6

Explico: Uma das justificativas dos que procuram o composto fosfoetanolamina é de que muitos já foram desenganados pelos médicos e de que o tratamento convencional nada mais pode fazer por estes pacientes em fase terminal.

Enquanto o próprio paciente (ou seus familiares) sabe que nestas condições, desenganados pelos tratamentos convencionais, vão ter que encarar a morte em questão de dias ou semanas, o pessoal neo-ateu do Bule Voador encontra algo que pode acontecer além dos pacientes morrerem: “Podem perder a vida”. Gente, eu não estou brincando, esse assunto a meu ver não é para brincadeiras, mas eles disseram isso mesmo.

Eu tenho um amigo piadista que sempre dizia assim: “Prefiro morrer que perder a vida”. Pelo jeito a piada do meu amigo é coisa séria para os neo-ateus do Bule Voador, perder a vida deve ser bem pior que a própria morte. Será que tem alguma mensagem escondida nesta frase deles? Algo tipo ressurreição ou reencarnação? Tipo, a morte é do corpo e a vida é do espírito? Só se for isso para fazer sentido. Mas eles não são neo-ateus?

Podem ficar numa situação ainda pior”? É mesmo? Como assim? Tipo: preso no purgatório ou no umbral?

Bem vou deixar essa conversa de espiritualidade dos neo-ateus para uma outra ocasião. E olha que comentei apenas dois tópicos do texto deles. Que canseira essa estória de Cientificismo.

Anúncios

Uma opinião sobre “No mundo dos neo-ateus quem for cético vira rei

  1. Pingback: O que poderemos aprender e prever com o caso Fosfoetanolamina | Marden Carvalho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s