Fosfoetanolamina ou Serão os neo-ateus de hoje os crentes de amanhã?

Fosfoetanolamina VS Neo-Ateus

Meu objetivo com este artigo não é causar polêmicas, ainda sabendo que elas serão inevitáveis. Tampouco é ofender as comunidades de neo-ateus, porque sei que os livres-pensadores jamais se ofenderão com este artigo.

Meu objetivo principal com este artigo é procurar desmistificar, corrigir alguns raciocínios, que ao meu ver, estariam errados sobre o pré julgamento que muitos estão fazendo em torno do composto Fosfoetanolamina.

Procurei antes de tudo estudar os principais argumentos contra e a favor deste composto para, somente assim, depois tirar a minha própria conclusão. Então resolvi escolher como “modelo padrão de argumentação”, uma pessoa da blogosfera. Sim, poderia ter escolhido várias pessoas. Mas para facilitar e não delongar muito, achei por bem escolher apenas uma. Nada contra ou a favor desta pessoa. Minhas críticas, ou contra-argumentação, estão sendo direcionadas aos argumentos da pessoa e não à pessoa em si. A pessoa escolhida tem um grande número de seguidores, alguns bem fiéis. E seus vídeos têm uma maior abrangência, o que acabou pesando na escolha.

Primeiramente gostaria de colocar aqui uma das últimas reportagens, a mais imparcial que encontrei até o momento, sobre Fosfoetanolamina

Agora parto para contra-argumentar alguns pontos que achei por bem tecer sobre o vídeo que o Pirulla fez sobre o composto Fosfoetanolamina. As falas dele ou os destaques que faço do vídeo dele estarão em itálico na cor verde.

Ele, Pirulla, escolheu “a fomosa reportagem do G1”, de Mariana Lenharo (Alguém sabe mais detalhes de quem ela seja, se tem formação na área médica?), para iniciar seu vídeo. Sinceramente, será que não havia outras reportagens melhores?.

“Nenhum dos artigos (de Geraldo Orivaldo Chierice) tem a ver, ou quase nenhum tem a ver alguma coisa com a área médica ou vinculada à medicina, ou algum composto de saúde…”

Errado. Tem vários artigos dele. Por exemplo este aqui, publicado em 2003, cujas pesquisas iniciaram em 1987. Ou quem sabe este outro de 1997? Leiam e vejam se tem ou não tem a ver com a área da saúde. Agora se quiserem saber mais sobre Geraldo Orivaldo Chierice, podem clicar aqui.

“O professor não apresentava a fosfoetanolamina, desde o início, com fins médicos”

Certo, mas isso tem algum problema? Quem leu o primeiro link citado acima, percebeu que na reportagem sobre “Polímero de mamona substitui platina em próteses ósseas”, a finalidade inicial foi a de isolar cabos telefônicos para a Telebrás e não a de, posteriormente, se criar uma prótese. Devemos então condenar a finalidade posterior, a das próteses, só porque a finalidade inicial era para cabos telefônicos? Ou devemos aproveitar todos os avanços da ciência? Principalmente se a finalidade maior da ciência é a de salvar vidas, como bem disse Nicola Tesla.

As vezes a ciência mira um alvo e acerta outro.

http://hypescience.com/24-descobertas-cientificas-acidentais/

“Esse professor ai aposta nisso, de que seja um sistema defensor do organismo, sendo que a gente não sabe.”

Aqui ele começa a desqualificar o professor Chierice, chamando-o de “esse professor ai”. Daqui para frente, o tratamento dispensado ao professor começa a esquentar. E “a gente não sabe” é muita gente, não? Melhor seria, “sendo que eu não sei porque não pesquisei ainda”.

E para quem quiser pesquisar:

http://www.fesbe.org.br/fesbe2007/cd/resumos/42.005.html

O Pirulla cita outros autores das teses nos quais seus nomes aparecem primeiro, antes do nome do Dr. Chierice. E que a importância devia ser dada a estes outros autores.

Errado. Ainda que não apareça em primeiro lugar, de algum forma o Dr. Chierice participou destes trabalhos e foi o Dr. Chierice quem resolveu fabricar por contra própria, e tirando do próprio bolso, a fosfoetanolamina sintética. Portanto os louros são dele e a nossa atenção deve ser voltada a ele.

Pirulla argumenta que Fos não cura todo o tipo de câncer pois existem milhares tipos de câncer.

Verdade, existem vários tipos de câncer, mas todos eles têm um fator comum: são células de tumor anaeróbico. E é ai onde atua o fosfoetanolamina, não importando qual o tipo de câncer, vai atuar nas células de tumor anaeróbico (cancerígenas). Por isso que o fosfoetanolamina é tão importante, além de que é muito barato. Outro dado importante: seus pesquisadores nunca afirmaram que curava todos os tipos de câncer.

“Então é muito importante que estes resultados sejam replicados por outros pesquisadores”. (12:04)

Certo. Inclusive o Fosfoetanolamina vem sendo utilizado também em testes com pacientes que têm Epilepsia.
http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/82/82131/tde-30072007-162431/pt-br.php

E que tal saber que o Fosfoetanolamina também está sendo estudado com pacientes do Mal de Parkinson?

Pacientes com Doença de Parkinson apresentaram razoável melhoria dos movimentos e da postura com o emprego de somente fosfoetanolamina (Prof.Gilberto Chierice e Dr. Dair Bicudo Piai – comunicação pessoal)

http://www.doencadeparkinson.com.br/Fosfoetanolamina.htm

Fonte: http://www.saudecompleta.com/arquivos_pdf/doencasmentais.pdf

O Pirulla alega que, depois dos testes, se começar a dar resultado, ai alguma indústria farmacêutica vai “crescer o olho” porque o composto dá dinheiro.

Eu não acredito que o Pirulla esteja agindo de má-fé e sim que este comentário dele seja devido à sua inocência. Todo mundo que tem câncer, sempre procurou os tratamentos convencionais, que são a quimioterapia, a radioterapia e a intervenção cirúrgica. Quando alguém procura algum tratamento alternativo, como a fosfoetanolamina, quase sempre, é porque os outros tratamentos não foram eficazes ou o corpo do paciente não possuía condições para fazer os tratamentos convencionais, por exemplo quem tem sérios problemas no coração.

Agora, o que será que levou o Pirulla a pensar que o fosfo seria mais lucrativo para indústria farmacêutica? Para mim a resposta seria: desinformação. Não é muito fácil encontrar valores atualizados sobre os preços da quimioterapia e radioterapia, portanto vou me valer de comentários que encontrei em blogs na internet. Se alguém souber de fontes oficiais e quiser colaborar, fico agradecido.

Quanto custa uma única sessão de quimioterapia?

Nos EUA pode chegar custar U$ 36.000 (Trinta e seis mil dólares) dependendo do seu plano de saúde por lá. Fonte

No Brasil pode chegar custar cerca de R$ 11.000 (Onze mil reais), também, dependendo do seu plano de saúde. Este valor está desatualizado, pois é de 2011. Fonte

Seria lucrativo para a indústria farmacêutica ao ponto de “crescer os olhos” para a Fosfoetanolamina?

Como sabemos, pelo que foi noticiado, o custo de cada cápsula do composto Fosfoetanolamina custaria algo em torno de R$ 0,10 (Dez centavos de real). Através de relatos de alguns pacientes, a melhora começou a ser sentida a partir do primeiro dia usando as cápsulas, que são 03 (três) cápsulas por dia. Apesar de relatos encorajadores de pacientes que se sentiram normais a partir da segunda semana, o tratamento completo se dá entre 03 (três) a 09 (nove) meses, isso dependendo do estado imunológico de cada paciente.

Matemática pura e simples

Ah, mas a indústria farmacêutica tem que ter o lucro dela para fabricar e distribuir o composto!

Sim, muitos devem estar fazendo esta pergunta, mas de quanto seria este lucro? 100%? 1.000%? 10.000%? Ou 100.000%?

Vamos pegar o pior cenário, a de que o paciente precisou ficar 09 meses se tratando. Se o lucro for de 100% para a indústria farmacêutica, ela venderia todo o tratamento por R$ 162,00. Se fosse de 1.000% ela venderia todo o tratamento por R$ R$ 891,00. Se fosse de 10.000% seria vendido por R$ 8.181,00.

Ainda assim, com um lucro de 10.000% sairia mais barato que os atuais tratamentos de quimioterapia. Para a indústria farmacêutica “crescer os olhos” sobre o composto fosfo, com um lucro de 100.000% ela arrecadaria mais de R$ 81.000. Nada mal para a segunda indústria que mais fatura no mundo.

“E se esse remédio não faz nada e se esse remédio mata gente?” (13:40)

Certo, perguntar não ofende. E aqui Pirulla já considera o composto como um remédio, o que já é um grande progresso. Será que inconscientemente ele já sente que o composto Fosfoetanolamina vai se tornar um remédio? Mas existem laudos da toxicidade sim, vejam aqui. Acredito que não devemos ficar em achismo ou suposições, mas termos uma base fundamentada em fatos. Quem achar que este remédio não faz nada e que mata gente, que traga então algum dado que mostre isso ou que apontem a periculosidade do Fosfoetanolamina nos laudos.

“Vocé não pode lançar um produto no mercado sem ser testado em pessoas também”

Certo. Mas este produto não está sendo comercializado no mercado ainda. E quem foi que disse que ele não foi testado em pessoas? Ah, já sei, a Globo, não é mesmo Pirulla? A maior parte do vídeo do Pirulla foi basead em cima da “famosa reportagem do G1”.

Mas e agora, será que ele vai mudar de ideia?

“O que Chierice está fazendo, a meu ver, é um crime.”

Não é crime porque a Lei 10.742 de 2003 dispõe que “estão isentos de registro os medicamentos novos, destinados exclusivamente a uso experimental, sob controle médico, podendo, inclusive, ser importados mediante expressa autorização do Ministério da Saúde

Os testes foram feitos, não demontraram efeitos secundários/colaterais e teve sua eficácia comprovada. Conforme podemos ver nos testes apresentados no vídeo acima.

“De que Chierice estimula as pessoas a pararem a quimioterapia.”

É porque a quimioterapia baixa o sistema imunológico dos pacientes e consequentemente o composto fosfoetanolamina não agiria com a eficácia que vem agindo. Talvez esse seja o caso da senhora na reportagem da Record, logo no início deste artigo.

Veja aqui algumas dicas para aumentar a imunidade de quem faz quimio e radioterapia. Estas mesmas dicas servem para os pacientes que estejam tomando o composto e que não estejam mais fazendo nem quimio e nem radioterapia.

“Enfim, eu não sei o que ele está querendo dizer e não é isso que dizem os resultados das pesquisas que eu li”

Então por que não perguntar ao próprio Dr Chierice ou ler suas teses? Por que não perguntar ao Dr. Menenguelo ou ler suas teses? E quais foram os resultados das pequisas que você leu? Poderia ter passado aos seus seguidores para não induzi-los aos erro, não acha?

“Esse cara (Dr Chierice), ele é um irresponsável sim, ele é um maluco, ele é um lunático…”

Aqui o Pirulla estoura. Vejo um sério problema na fala do Pirulla. Anteriormente ele afirma que não entendeu direito sobre a questão da baixa imunidade com o uso do composto fosfo, sem apresentar os resultados das pesquisas que ele diz ter lido, para em seguida fazer tais acusações contra o Dr. Chierice. Acusações bem levianas no meu ponto de vista.

Mas será que o Pirulla nunca se deu conta de que o Dr. Chierice sempre teve respaldo de outros médicos?

Claro que ele se deu conta, mas segundo o Pirulla, por eles terem o “rabo preso” com o Dr. Chierice, eles nunca iriam chegar para o G1 ou para a revista Época (ambos da Globo, diga-se de passagem) e dizer “olha, realmente, eu não daria ouvidos para o que este professor fala não, porque ele é maluco”. E o Pirulla por não ter o “rabo preso” com o professor, se sente neste direito de poder insultá-lo.

“Este Ministro Edson Fachin, ele é um irresponsável, eu não li as justificativas dele…” (22:58)

Espera lá, você não leu a justificativa do Ministro Fachin e mesmo assim o chama de irresponsável?

Então vamos aqui tentar esclarecer algumas coisas. Primeiro vamos colocar parte da declaração do Ministro:

Os protocolos médicos e científicos são requisitos imprescindíveis para a liberação de qualquer medicamento. Nesse caso, a excepcionalidade se deu em relação a uma paciente cuja narrativa foi que estava em estado terminal

Por dizer isso que está acima Pirulla, mesmo não lendo as justificativas, chamou o Ministro de irresponsável. Agora vamos ver uma parte da fala do próprio Pirulla:

Se este composto estava sendo dado como teste para doentes terminais de câncer, que estavam desenganados pelos médicos, que não tinham como se curar através de vias normais, etc e tal, EU NÃO VEJO PROBLEMA… ” (14:35)

Sem querer ofendê-lo Pirulla, como já disse, nada tenho contra a sua pessoa, mas comparando a justificativa do Ministro, que foi chamado de irresponsável, por você, com a sua própria justificativa acima, então isso faz de você DUPLAMENTE irresponsável, primeiro por você não ter checado antes a justificativa do Ministro e segundo porque a sua fala se iguala a dele.

 

Nota: Usei o termo neo-ateu, por ser um termo mais comum hoje em dia, na verdade poderia ter usado um termo que criei: Ateu Popcorn, porque este tipo de ateu diferencia dos ateus legítimos, são mais escorregadios, parecem banhados em óleo ou manteiga, se esquentam com muita facilidade e quando quentes explodem de fúria, se transformando. E claro, seguem os mesmos quatro cavaleiros. O que para muitos deles seria uma espécie de quatro evangelhos.

Anúncios

3 opiniões sobre “Fosfoetanolamina ou Serão os neo-ateus de hoje os crentes de amanhã?

  1. Pingback: No mundo dos neo-ateus quem for cético vira rei | Marden Carvalho

  2. Pingback: O que poderemos aprender e prever com o caso Fosfoetanolamina | Marden Carvalho

  3. Vi o video do Pirula sobre a Fosfoetanolamina.
    Ele postou o video, antes dos pesquisadores irem na audiência do Senado em final de outubro de 2015.

    A forma elouquente que ele apresenta, julgo ser do agrado dos jovens. Acredito fazer sucesso.
    Também acho que o tratamento dele foi desrespeitoso, com o Prof Geraldo Chierice (não se trata ninguém dessa forma), com o Ministro Edson Fachin e com as pessoas que gostariam de poder utilizar a Fosfo enquanto os testes sejam feitos: “in vitro”, “in vivo” e em humanos.

    Em toda a apresentação feita pelo Pirula, ele diz que a substância demonstra ter potencial para tratar o câncer, mas que testes precisam ser feitos. E isso é a essência dessa polêmica sobre esse fármaco. Testar e deixar que pessoas tomem enquanto os testes prosseguem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s