Novos vídeos do atentado em París revelam que tudo não passou de uma grande farsa

De acordo com as nossas suspeitas, um vasto número de policiais das forças especiais francesa já se encontravam no local mesmo antes de aparecer os tais “terroristas”. Conforme um vídeo e fotografia que disponibilizamos em nosso artigo anterior, pode-se ver claramente três policiais das forças especiais correndo na rua perpendicular ao escritório da Charlie Hebdo, onde eles foram orientados, por alguém usando um colete, a virarem para a esquerda, mas acabaram virando para a direita.

Agora temos uma confirmação de uma testemunha local que afirma que havia muitos policiais no momento em que ele ouvia os tiros. Inclusive pensava que os “terroristas” eram na verdade policiais. Aqui ele confirma uma de nossas suspeitas.

Deixo aqui o link: https://www.youtube.com/watch?v=PimjLG_l0uo

A partir dos 0:58” pode perceber quando ele confirma nossas suspeitas (o áudio inicia em francês e depois tem uma tradução para o inglês).

No novo vídeo que foi liberado pelas cadeias de televisão, seis dias depois do ocorrido (não entendo como as pessoas podem manter um vídeo destes guardado em segredo ou uma televisão não publicá-lo imediatamente, mas tudo bem), podemos notar que os dois “terroristas” aparentemente trocam tiros com a polícia (ou a policia que apenas leva tiros dos “terroristas”). A polícia recua com o carro para trás até se chocar com outro veículo na Boulevard Richard-Lenoir. Depois percebe-se que ambas as portas dianteira do carro de polícia se abrem, o que dá a entender que dois policiais abandonam a viatura.

Agora que as novas inconsistências começam com este novo vídeo que foi liberado (depois de editado?).

Será que um dos “terroristas” era uma mulher?

Um nosso comentarista, Nelson Correia, disse que neste vídeo, a sua esposa suspeitou de que a pessoa com a estatura menor teria a aparência de uma mulher, pela forma do seu andado. O que para nós parece ser bastante plausível.

Essa suposta mulher, como demonstra o vídeo, parece não saber trocar a carga da munição. E foi ela também que se atrapalhou toda, deixando cair um tênis e que depois o recupera, como foi mostrado nas filmagens.

Ela também usa uma espécie de porta munição frontal, o que neste caso ajudaria a camuflar os seus seios.

Mas e se a intenção não fosse a de camuflá-la como sendo uma mulher, mas sim a de colocar Amedy Coulibaly e Hayat Boumeddiene como os autores destes disparos? Faria mais sentido, não?

Talvez algo tenha dado errado no enredo desta história, como foi o caso do estudante Amidy Mourad, de 18 anos, que inicialmente para a “grande polícia investigativa” francesa, era o terceiro suspeito e também o motorista do carro.

E este estudante só foi salvo porque seus colegas começaram a fazer uma campanha através do Twitter de que ele estaria no momento do atentado em sala de aula.

Uma reportagem da TVI de Portugal, confirma isso.

Será que os “terroristas” não conheciam as ruas próximas de onde eles iriam atacar?

Tudo indica que não.

No final do vídeo pode-se perceber que o citroen preto vira para a esquerda, ou seja, na contramão, em sentido oposto aos outros carros. Enquanto ele deveria ter virado para a direita.

Mas se eles realmente foram por esta mão, violando as leis de trânsito francesa, tiveram que dar muita volta. E sabem porque? Porque as ruas ali perto, algumas são sem saída para carros, como poderão ver na imagem abaixo.

Então tracei as possíveis trajetórias que os “terroristas” percorreram, para “assassinarem” o policial com um tiro na cabeça, justamente do outro lado do canteiro central da Boulevard Richard-Lenoir.

Observe que os “terroristas” não tinham a intenção de fugir, pois eles voltam à cena do crime para “matar o policial com um tiro na cabeça”, depois de percorrer pouco mais de dois quilômetros.

Será que não existem telefones com boa qualidade de imagens na França?

Calma, não é bem assim, claro que na França existem telefones com boas câmeras (som e imagens), mas é que neste cenário as coisas tinham que ser assim.

Por acaso você não notou que todas as imagens eram de cima para baixo?
Por acaso você não notou que todas as imagens aparecem meio borradas?
Por acaso você não notou que todas as imagens são trêmulas?
Por acaso você não notou que todas as imagens tem um desvio do foco principal?
Por acaso você não notou que todas as imagens apresentam alguns cortes?

Vejam mais este novo vídeo.

Ouviu o tiro? Será que foi este foi o tiro que “matou” o policial? E os “terroristas” foram de encontro aos policiais? Reparou que no final do vídeo tem dois policiais sinalizando os carros?

Então a trama completa acredito que foi quase que totalmente desvendada.

Eles tiveram que fazer estas cenas em duas partes. Daí explica a marcação no chão, que era para marcar o posicionamento correto do carro.

Cena 1: Luz, Câmera, Ação!

Cena 2: Luz, Câmera, Ação!

Este vídeo não deveria ter vazado. Mas alguém vazou.

Bem vindos à Paris, a cidade da luz!

Anúncios

28 opiniões sobre “Novos vídeos do atentado em París revelam que tudo não passou de uma grande farsa

  1. Marden: se ainda havia dúvidas agora elas desapareceram por completo.

    No 1º vídeo há um trânsito substancial com inúmeros veículos a circular, com buzinadelas e movimento normal “citadino” que se estabelece dum momento para o outro. No vídeo do “abatimento” do policia nem uma mosca se mexe…
    Os policias que aparecem no final do vídeo só estão preocupados em regular o trânsito e deixam o colega no chão. Eles sabiam que ele estava morto? era mais importante controlar o trânsito infernal para não haver engarrafamentos?… quando essa rua esteve sem movimento durante tanto tempo… e já agora, em qualquer cenário em que um policia ou militar é baleado a prioridade é prestar socorro. Senão porque é que no assalto ao supermercado há tanta preocupação em retirar e assistir os policias que supostamente foram atingidos? Aqui já não havia terroristas, nem ameaças, e portanto a prioridade é controlar o trânsito?!?!?!

    • Muito bem Pic@miolos, qualquer um que quiser raciocinar sem fanatismos ou defender algum lado, poderá chegar a estas mesmas conclusões.

      Sabemos que todos os videos apresentados, as pessoas estavam estrategicamente posicionadas, para filmar de cima, filmar arvores carros, escondendo o movimento dos policiais. E quanto as pessoas normais, porque será que ninguém filmou nada? Quase não encontro nada a este respeito. Esta é a dúvida que me persegue.

        • O que tenho aprendido de outras investigações é que identidades são criadas, pessoas surgem do nada, outros mudam para outros lugares mas são dadas como mortas. E muitas morrem de verdade. Foi assim nas torres em NY, em Boston, em Sandy Hook, etc.

          Os “mortos” que sobreviveram, terão novos BI. Os falecidos de verdade, estes eles deverão explorar suas mortes até a exaustão.

          Os mortos transferidos para Israel, estes eu desconfio das mortes. Mas eu não posso colocar nada disso enquanto não tiver informações para passar.

  2. Peço desde já desculpa ao Marden pois estou a “ocupar” um bocado o seu blog, mas há coisas tão fantásticas que não me contenho:

    Se forem ao Google conseguem ver o hall do prédio e um tripé que é colocado em 3 posições diferentes para fotografar o mesmo. Tanto interesse num simples hall de entrada dum simples prédio?

    • Não há o que desculpar amigo, estás prestando um grande auxilio para todos aqueles que buscam a verdade. Eu vi uma foto ou um vídeo (não me lembro agora) onde a cadeira foi usada, igual no caso de Boston.

  3. Boa tarde Marden. Com relação à trajetória que o veículo tomou, ele encontra-se na posição correta da mão na Boulevard Richard-Lenoir quando os terroristas retornaram após o policial ser abatido, caminhando livremente por aquele perímetro. Porque os policiais nem cobriram o corpo do parceiro abatido? É um procedimento comum na França? E mais uma vez não se nota sangue no chão… Voltando ao terrorista supostamente mulher, também podemos notar que seu quadril é um pouco “gordinho” e largo, bem, ambos os irmãos Kouachi aparentavam serem magros e esguios nas fotos divulgadas. Said, segundo o documento de identidade deixado no carro teria 1.69m. E o outro? Se soubéssemos a estatura do irmão Chérif poderíamos fazer uma comparação e verificar se a diferença entre a altura dos terroristas do vídeo corresponderia à dos Kouachi. Segue o link de um vídeo onde Kouachi aparece:
    http://www.theguardian.com/world/video/2015/jan/08/charlie-hebdo-cherif-kouachi-2004-french-tv-footage-video
    Ele não aparenta ser muito alto,mas é bem magro. Pode ter até engordado com o tempo, o vídeo é de 2004, mas a sua estrutura e estatura não mudaria muito, tipo, alargar o quadril com o tempo.

    • Sim Nelson, os terroristas tomaram uma posição errada quando atiraram no carro da policia, tendo o carro policial recuado e batido em outro veiculo. Nesta hora percebe-se que eles viraram para a esquerda. Seria isso ou estamos falando de coisas diferentes? Não sei se entendi direito.

      Sim, o procedimento correto seria estar próximo do corpo do companheiro baleado e se ainda vivo, tentando reanima-lo (primeiros-socorros). Também não se ouve sirenes de ambulâncias, sendo que ali perto tem o hospital Saint-Louis com heliporto.

      Vou ver se descubro a estatura de Chérif.

      • Olá Marden. Sim tomaram a posição errada mas por fim, vemos o carro parado na direção correta da mão da rua após os terroristas matarem o policial.
        Veja que interessantes essas fotos retiradas do último vídeo divulgado. Nela percebemos a grande diferença de tamanho entre os terroristas. Podemos notar também a diferença do tamanho dos pés e quando eles esticam os braços para colocar os carregadores no capô do C3, que tem cerca de 1,50m de altura. Verificamos que o menor precisa se esticar para alcançá-los… Numa delas, o maior, mesmo encurvado recarregando o fuzil, fica bem maior que seu parceiro.







          • Ok, obrigado por publicar e desculpe por ter postado tantos links de fotos, mas precisava para mostrar ambos em várias posições.
            Fiquei impressionado pela baixa estatura do terrorista menor. Ele é quase da altura do C3. Não tem os 1.69m do Said e o Chérif pelo que vemos nos vídeos, é mais alto que isso. O que me estranha é que não há nenhum comentário a esse respeito na grande mídia.

          • A mídia não tem interesse em divulgar estes fatos e sim manter a grande maioria na ignorância. O senhor Rupert Murdoch sabe muito bem disso 😉

    • Verdade Ruben, este assunto também ficou sem muitas explicações por parte da mídia. Comentamos apenas aqui nos comentários, mas não incluí no texto, porque ainda não encontrei evidências de que este policial pudesse ter-se suicidado ou de que tenha sido assassinado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s