Seria o avião desaparecido da Malaysian Airlines o que caiu em Donetsk na Ucrânia?

Depois dos dois acontecimentos de impacto global, a queda das torres gêmeas e a guerra do Iraque, grande parte da população mundial nunca mais foi a mesma. Houve uma espécie de “despertar” de algumas mentes. Apesar de toda a propaganda das redes mundiais de TV sobre estes episódios, tentando mostrá-los como verdadeiros e lideradas pelas redes CNN, Fox News e BBC, ainda assim algumas pessoas começaram a fazer perguntas que acabaram ficando sem respostas conclusivas. Porque caiu a terceira torre além das torres gêmeas? Onde estariam as armas de destruição em massa que seria a justificativa para a invasão do Iraque?

De lá pra cá, os eventos de repercussão a nível mundial, passaram a ser vistos com outros olhos. Com olhos céticos. Como foi o caso do desaparecimento do avião da Malaysian Airlines, MH-370, que até os dias de hoje é (ou era) para nós uma incógnita o seu paradeiro e que fim levou. Algumas pessoas acreditam que este avião poderia ter sido sequestrado e que serviria como arma, carregado com tanques cheio de combustível e explosivos, para ser usado em algum outro evento, visando um determinado objetivo. O que é certo é que outra tragédia acabou ocorrendo com um avião da Malaysian Airlines, MH-17. Seria apenas uma coincidência ou se trata realmente de uma operação de bandeira falsa (false flag operation, em inglês)?

Uma investigação mais detalhada nos mostra alguns fatos curiosos. Repare na foto abaixo que foi mostrada como sendo do avião MH-17 pelos jornais e redes de televisão. A parte da direita foi invertida em 90º para se ter uma melhor visão. Repare que o canto inferior direito da bandeira está alinhado com uma janela, logo em seguida tendo um espaço à esquerda. Agora repare canto inferior esquerdo, ele está alinhado com uma abertura que foi coberta com metal. Não sendo portanto uma janela.

Agora repare nesta outra foto abaixo. Ela mostra na parte esquerda, a foto dos destroços do avião que a imprensa mostrou como sendo do avião MH-17. Na parte direita superior desta mesma foto aparece 3 imagens sendo do avião MH-17. Repare que as posições das janelas com a bandeira não coincidem com o destroço mostrado pela imprensa. Mas se observarmos na parte direita inferior, notamos que coincide com o destroço que foi mostrado. E aqui começa o problema, pois na verdade está mais para o avião que desapareceu, MH-370, do que o avião que foi supostamente bombardeado, MH-17.

Outra informação importante a ser observada. Todo avião tem uma numeração que o identifica. Na cauda e acima do trem de pouso dianteiro.

A suposta foto do passageiro holandês Cor Pan, que tirou uma foto momentos antes de embarcar no voo MH-17, na verdade não se trata do aviao 9M-MRD e sim de outro avião de identificação 9M-MRC.

Existe ainda um outro fato curioso. Um dia após o suposto avião MH-17 ter sido abatido por um míssil, a página da companhia mostrava que o voo tinha sido cancelado. Mesmo que pudêssemos pensar que pode ter sido um erro do sistema, ainda assim fica uma pergunta intrigante, porque será que no dia seguinte da queda do avião da Malaysian Airlines, que saiu de Amsterdã, um outro avião (9M-MRL) que também havia saído de Amsterdã e com o mesmo destino do avião que caiu, voava tranquilamente sobre a mesma zona de conflito? Será que a companhia não havia pensado no risco de ter um outro avião abatido e por em risco a vida de mais passageiros?

Deixo estas dúvidas inquietantes para os meus leitores.

Fontes:

beforeitnews.com
veteranstoday.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s