Como ter mais dinheiro e viver melhor – parte 3

Para aqueles que estão chegando diretamente neste artigo de “como ter mais dinheiro e viver melhor” gostaria de sugerir que lessem também meus dois primeiros artigos sobre este tema. Clique aqui para ler a parte 1 e aqui para ler a parte 2.

Considere também receber nossas noticias por Email ou através do seu leitor RSS.

A nossa economia está passando por uma fase boa, economicamente falando. A cada ano estamos tendo novos bilionários e milionários. As classes C e D também estão com um alto poder de compra. Nunca vivemos uma fase parecida assim em nossa história. E como é algo novo não temos como saber até quando essa boa fase irá durar.

Os Estados Unidos tiveram a sua boa fase, que durou praticamente um século, que foi a fase do petróleo. Mas hoje sabemos que uma forte economia atrelada às jazidas de petróleo, está em fase de extinção. Mesmo para o Brasil, apesar das recentes descobertas do pré-sal. Deveremos sim ter, devido a estas descobertas, uma boa fase na nossa economia, talvez 20 ou 30 anos. Para outros menos otimistas, esta fase será menor de acordo com suas previsões e estimativas.

Mas a pergunta que devemos fazer é a seguinte: Será que o mundo suportaria que nós brasileiros tivéssemos o mesmo padrão de consumo dos americanos? E nós brasileiros temos uma tendencia de copiarmos mais os padrões americanos que os padrões europeus, por exemplo. Hoje americanos sofrem por não poderem mais ter o conforto e o consumo que tinham antes. E essa falta afeta principalmente o ego. Gerando um problema mais emocional do que fisiológico.

Pois bem, o que devemos fazer então? Aprender a economizar justamente na melhor fase que o país vem passando! É uma das ideias proposta neste artigo. Frear o consumismo por impulso, fazendo uma reserva para os piores dias. E quando esses dias ruins chegarem, manter o seu padrão de consumo e com isso não sentir a mudança, não sofrendo com os altos e baixos da economia. E isso só sera possível para aqueles que entenderem os conceitos que estão sendo defendidos aqui: de que dinheiro é igual energia, ou seja, que poupando energia, se poupará também dinheiro. Entender que cada centavo economizado nos dias de bonança, irá ajudar e muito nos dias de escassez.

Vamos então aos exemplos práticos?

Sempre fui, para meus amigos, um incentivador para a compra de um produto de qualidade, que tem na maioria das vezes, mas nem sempre, preços mais altos, ao invés de comprar produtos de baixa qualidade, só por causa do preço parecer ser inferior. Neste caso por exemplo entra a grande maioria de produtos eletrônicos fabricados na china, por marcas desconhecidas ou duvidosas. No Brasil, estes produtos recebem o nome de XING-LING. Um dos exemplos clássicos que costumo citar são os aparelhos de telefone celular. Até bem pouco tempo atrás, estes aparelhos mais modernos eram para uma classe bem restrita dos brasileiros. O jeito então era driblar esse desejo de consumo, comprando réplicas da china, que pareciam ser a mesma coisa.

A triste experiência para muitos, veio comprovar esta minha maneira de pensar. Quantos não foram os que compraram aparelhos telefônicos de 2, 3, 4 chips, muitas vezes pela metade do preço de um aparelho convencional de uma marca de credibilidade? E quantos destes aparelhos xing-ling já duraram mais de de um ano e quantos deles chegaram aos dois anos de durabilidade? E sem contar que muitos deles que são vendidos online, não tendo garantia alguma ou quando tem, são apenas de no máximo 3 meses. E é justamente após os 3 meses que estes aparelhos costumam apresentar seus primeiros defeitos.

Certa vez quando morava ainda na Espanha, comprei por 320 Euros um celular Nokia 6234, há mais de 6 anos. Ainda hoje é o meu único celular e o tenho para o meu uso diário. Já sofreu varias quedas na rua, já caiu algumas vezes quando pedalava no meu trabalho de push bike courier e já caiu até de uma cachoeira. Comparando com os que compraram celulares xing-lings, eu fiz uma economia de aproximadamente 6 vezes o valor que teria gasto comprando uma réplica mais barata. Ou seja, economizei, a dias de hoje, mais de R$ 3.000,00 fazendo uma comparação se tivesse comprado xing-lings a cada ano, durante 6 anos.

nokia 6234 com mais de 6 anos de uso e diversas quedas, inclusive de uma cachoeira.

Clique aqui e veja um vídeo que fiz sobre a venda de Nokia E71 e Nokia E72

Portanto a mesma teoria valerá para outros tipos de produtos. Roupas por exemplo, hoje em dia prefiro comprar uma marca conhecida, feita com um material de boa qualidade. Prefiro comprar uma camiseta de boa procedência do que outras 5 camisetas, que somando seus preços, equivaleria ao mesmo preço da que comprei de boa procedência. E porquê? Primeiro pelo fator social, considero de boa procedência a empresa que não emprega mão de obra infantil ou trabalho escravo e que valoriza seus funcionários. Segundo, pelo fator econômico, será uma camiseta com maior durabilidade, garantia, etc.

Resumindo tudo isso, quero dizer que tenho poucas peças de roupa. Algumas compradas há mais de 13 anos, como é o caso de casacos de frio. Minhas boas camisas duram mais de 3 anos. Meus sapatos duram mais de 5 anos. Além de toda a economia que faço, também acabo contribuindo para o meio ambiente. Menos exploração dos recursos naturais e consequentemente menos lixo jogado na natureza. Enfim, menos dinheiro gasto com supérfluos, com produtos sem procedência, resulta em mais dinheiro no meu bolso. Que traduzindo para minha vida pratica, representa mais lazer, mais cultura, mais saúde e mais felicidade. Ou seja, me divirto mais, leio mais, viajo mais conhecendo sempre novos lugares, que implica numa forma saudável de vida e que me proporciona uma maior, real e sincera felicidade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s